Por Elizangela Jubanski e Juliano Cunha

matouSuspeito deixou cabelos e barbas crescerem durante o tempo que ficou foragido. Foto: JC/Banda B
suspeito-matar-ex-mulherHernandes estava na casa de uma irmã. (Foto: Reprodução/Giro 190)

O principal suspeito pela morte de Arabel Simone Oliveira Freitas Martins, de 45 anos, assassinada a facadas na frente das duas filhas, foi preso na noite desta segunda-feira (20). Marins Hernadez, de 38 anos, fugiu com as meninas de 5 e 6 anos após o crime. Ele alegou que outra pessoa o ajudou a cometer o crime. A Polícia Civil acredita que seja uma manobra de defesa dele.

Policiais do serviço reservado recebiam constantemente informações sobre o paradeiro de Hernandez. Durante à noite, ele foi preso por policiais militares na casa de uma irmã, conforme afirma o tenente Cason, do 17° BPM.

“Recebemos várias denúncias de que o suspeito estaria aqui na região e tivemos êxito. Ele sempre estava em locais diferentes, quando chegávamos para patrulhar, ele já tinha ido embora. Andava por locais diferentes, mas a comunidade sempre ajudava a denunciá-lo”, descreveu.

arabel3Casal estava separado e ex-marido não se conformou. Foto: Reprodução

Após o crime, o suspeito fugiu com as meninas pedindo carona para um vizinho. Elas foram encontradas no Borda do Campo, no dia seguinte. A delegada Selma Braga, da Delegacia da Mulher, responsável pelo inquérito, disse que o suspeito alegou ter uma terceira pessoa.

“Foi o primeiro crime de feminicídio em São José dos Pinhais, um crime bárbaro cometido na frente de duas crianças e a polícia toda da cidade, militar, civil e guarda estavam empenhados na prisão do autor desse crime. Ele nega e alega que tem uma terceira pessoa, agora vamos interrogá-lo e investigar se tem participação de outra pessoa. Eu acho difícil”, finalizou.

O ex-marido foi levados às celas da delegacia de São José dos Pinhais. Ele vai responder por homicídio.

Crime

Arabel foi morta dentro de casa com golpes de rastelo. O crime aconteceu na rua Fioravante Zocolotti, no Jardim Itália, por volta das 22h30. Um vizinho teria desconfiado após dar carona para o pai e as meninas. Assim que voltou, foi até a casa da vítima e a encontrou caída, coberta de sangue, no chão da sala.

Notícias relacionadas:

Ex-marido é suspeito de matar mulher dentro de casa e sumir com as filhas pequenas

Polícia está a caça de suspeito de matar ex-mulher e fugir com as filhas: “Não deve ter ido longe”