Quase cinco anos após atear fogo na esposa, Clodoaldo Caetano da Silva foi preso nesta quarta-feira (17), em Campo Largo, na Região Metropolitana de Curitiba. A vítima, Sirlene do Rocio, de 37 anos, morreu em dezembro de 2019, quase quatro meses após a briga.

sirlene-1
Reprodução

De acordo com a Polícia Civil, Clodoaldo foi condenado a 24 anos de prisão pelo crime de feminicídio.

“No caso em análise, foi constatado que o indivíduo estava foragido desde a sua condenação. Hoje, retorna ao cárcere, permanecendo à disposição da justiça”, disse a delegada Mariana Cantu.

Após o crime, Sirlene ficou com 45% do corpo queimado. Ela ficou internada de agosto a dezembro de 2019, mas não resistiu. Aos guardas municipais da cidade, na ocasião, ela conseguiu contar que o marido era o autor do crime.

Comunicar erro

Comunique a redação sobre erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página.

Homem que ateou fogo na esposa é preso quase cinco anos após morte em Campo Largo

OBS: o título e link da página são enviados diretamente para a nossa equipe.