A filha de um dos dois cabos baleados por criminosos em uma troca de tiros em Guarapuava, no Centro-Sul do Paraná, na noite deste domingo (17), após uma tentativa de assalto, pediu orações ao pai pelas redes sociais.

A ação causou pânico entre os moradores da cidade. Um morador da cidade também foi atingido, mas ainda não há informações sobre o estado de saúde da vítima.

Filha de cabo baleado nos ataques de criminosos em Guarapuava pede orações: 'Força pai, vai sair dessa'
O cabo Richieri Chagas, do Batalhão de Choque da PM de Guarapuava, foi atingido na cabeça e na perna.
Foto: Reprodução Instagram.

O cabo Richieri Chagas, do Batalhão de Choque da Polícia Militar de Guarapuava, foi atingido na cabeça e na perna e está internado na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do Hospital São Vicente, no município.

“Força pai, o senhor vai sair dessa, continuo pedindo orações a todos…”, escreveu ela no perfil pessoal do Facebook.

Ela postou ainda imagens do estado em que a viatura chegou até o hospital. Um outro policial, que estava na mesma viatura, foi salvo pelo telefone celular que ele carregava na farda.

Segundo a filha da vítima, mesmo com um dos pneus do veículo sem condições de circular, ele conseguiu fugir e dirigir até o hospital, para socorrer o pai e o outro companheiro baleado no ataque.

Ela escreveu: “Você fez milagre… Você é um herói.”

Chagas passou por uma cirurgia, segundo informações do diretor do hospital. médico Nadir Roberto Martini. O cabo segue em coma induzido e respira por ventilação mecânica. De acordo com Martini, o quadro é estável, porém, inspira cuidados.

O cabo José Douglas Bonato foi baleado na perna e apresenta fratura exposta cominutiva (em mais de dois fragmentos). Ele também foi operado, está consciente e fora de perigo.

O ataque

De 30 a 40 criminosos em carros blindados, fortemente armados com bombas e fuzis, tentaram assaltar a sede da Proforte em Guarapuava na noite de domingo. Moradores relataram a presença de tanques do exército nas ruas na tentativa de conter os bandidos.

Houve intensas trocas de tiros entre a polícia e os criminosos, com imagens e áudios registrados por moradores. Dois carros foram incendiados para que a polícia não conseguisse sair do 16° Batalhão da Polícia Militar. A troca de tiros foi ouvida em vários bairros da cidade.

Vejas as imagens do momento de terror causado em Guarapuava.

Comunicar erro

Comunique a redação sobre erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página.

Filha de cabo baleado nos ataques de criminosos em Guarapuava pede orações: ‘Força pai, vai sair dessa’

OBS: o título e link da página são enviados diretamente para a nossa equipe.