Pontal do Paraná. Foto: Reprodução

 

Um soldado da Polícia Militar (PM) agrediu um tenente durante uma abordagem e foi preso em flagrante no fim da madrugada de sábado (22) na Praia de Leste, que fica em Pontal, no Litoral do Paraná. O soldado estava de folga, fez menção de estar armado e agrediu o tenente com um soco, de acordo com o Boletim de Ocorrência (BO). Ele é lotado no 22º Batalhão de Polícia Militar (BPM), em Colombo, na região metropolitana de Curitiba.

A confusão entre os militares começou na Avenida Laudino Ivo, quando uma viatura da PM foi parada por veranistas. Eles apontaram que um homem parado na esquina, usando uma mochila preta nas costas, estava fazendo menção de estar armado. Policiais abordaram o suspeito e a confusão se iniciou, conforme detalhado no BO. “Ao tentar realizar a abordagem, o indivíduo colocava constantemente a mão na cintura, não acatando a ordem de colocar as mãos na cabeça. Em virtude da denúncia recebida e do receio do indivíduo estar armado, foi realizado de imediato a imobilização do indivíduo para busca rápida de possível armamento, sendo que a todo momento o indivíduo tentava se desvencilhar e a se negar a ser abordado”, descreve o documento.

Após muita resistência, o homem se identificou como sendo um soldado da Polícia Militar (PM), negando que estivesse armado. O tenente da equipe de abordagem perguntou de qual batalhão o soldado pertencia e ouviu, conforme o BO. “Você cale a boca, seu recruta, bigodinho”. Diante do anúncio da voz de prisão por desacato, as agressões verbais se transformaram em físicas e o soldado desferiu um soco contra o pescoço do tenente.

“Foram necessárias técnicas de imobilização para conter o agressor, sendo que somente apos aplicação de técnica “mata leão” e solicitação de apoio de demais viaturas que foi possível conter o abordado. Após deslocamento ao pelotão de Pontal, o indivíduo ainda continuava a desacatar a equipe, dizendo (…) “Você nunca mais vai sair capitão”, “É um moleque tenentinho”, “Conheço todos os vagabundos de Colombo, você vai ver bigodinho”, diz o BO.

O soldado foi preso em flagrante por desrespeito ao superior e tinha visível estado de embriaguez, com ‘odor etílico, fala alterada, andar cambaleante, nervosismo e agressividade. A biriba (identificação do militar) estava dentro da cueca do soldado e foi encontrada pelos policiais. Ele foi transferido a um batalhão de Curitiba.

Retorno

A Banda B entrou em contato com a Polícia Militar (PM), que ainda não se manifestou sobre o ocorrido.