Um homem foi preso nesta terça-feira (16) sob a suspeita de matar a tiros uma cantora, de 36 anos, que reclamou de ele ter usado o banheiro feminino de um bar. O caso aconteceu em março, em Senador Canedo, na região metropolitana de Goiânia (GO).

De acordo com a Polícia Civil de Goiás, no dia do crime, o suspeito e a cantora Shirlene da Silva Alves estavam em um bar quando houve uma discussão e troca de xingamentos por causa do uso do banheiro.

Cantora é morta com tiros na cabeça após reclamar de homem que usou banheiro feminino
Shirlene Alves foi morta em um bar do setor Jardim Nova Goiânia – Foto: Divulgação/Polícia Civil de GO

Testemunhas revelaram que, durante a briga, o autor sacou a arma e disparou três vezes contra a vítima, que foi atingida por um dos tiros na cabeça.

Após a execução, o homem fugiu. Ele já tinha outros antecedentes criminais e deverá responder por homicídio qualificado.

Comunicar erro

Comunique a redação sobre erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página.

Cantora é morta a tiros após reclamar de homem que usou banheiro feminino em bar

OBS: o título e link da página são enviados diretamente para a nossa equipe.