O assassinato de Naiara Paula da Conceição Silva, de 29 anos, no Santa Cândida, em Curitiba, na madrugada deste domingo (9), que foi estrangulada, teria sido premeditado. É o que defende o advogado Jackson Bahls, contratado pela família da vítima para atuar no caso. A jovem havia encerrado um relacionamento com o investigado, de 38 anos, há pouco tempo.

Naiara Paula da Conceição Silva, de 29 anos, foi morta no Santa Cândida, em Curitiba. Foto: Reprodução Instagram.

Para a Banda B, Bahls contou que quando ainda eram um casal, ambos dividiam o mesmo apartamento. Conforme o advogado, após entrarem em consenso sobre a separação, Naiara e o ex combinaram que o rapaz retiraria seus pertences do local e iria morar em outro lugar. Ela então retornaria ao imóvel.

“Ela foi para uma casa em Pinhais, com amigos, até que ele organizasse sua vida e saísse do apartamento. Assim que ele mandou mensagem indicando que ele teria saído do apartamento, ela retornou. Ela pretendia ficar no apartamento sem ele. E ele, não sabemos qual o motivo levou ele até lá. Mas, particularmente, acho que ele foi até lá única e exclusivamente para matá-la, com um cabo USB de carregador, a enforcou até a morte”,

relata o advogado.

Após a morte, descreve Bahls, o ex-marido de Naiara teria tentado criar uma cena de suicídio e, em seguida, de tentativa de suicídio ou mesmo o próprio suicídio. “Ele desferiu duas facadas contra a vítima. Essas facadas digo que foram posteriores, porque não sangrou. Naiara já não tinha mais atividade sanguínea, essas facadas não jorraram sangue. Também com objetivo de criar uma situação de suicídio ou tentativa de suicídio, ele desferiu algumas facadas contra o próprio corpo e que, aí sim, tiveram algum sangue, algum material de sangue no apartamento.”

Histórico de violência

Segundo o advogado, Naiara se relacionou com o investigado por cerca de um ano e já haveria um histórico de violência.

“Tragicamente, ela cruzou seu caminho com esse assassino, covarde, cruel. Ao longo desses meses de relacionamento, ela já vivia uma situação de violência psicológica e mesmo de violência física, que foi escalando até que culminou no feminicídio que vemos nesse trágico episódio.”

Preso em flagrante

O ex-marido de Naiara está internado sob escolta policial em um hospital de Curitiba. “Ele está preso em flagrante. Assim que receber alta, será conduzido para a cadeia pública de Curitiba, de onde aguardará sua audiência de custódia na delegacia, onde nós teremos mais elementos”, afirma Bahls.

Comunicar erro

Comunique a redação sobre erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página.

Morte de jovem estrangulada em Curitiba teria sido premeditada: ‘Ele foi lá para matá-la’, diz advogado

OBS: o título e link da página são enviados diretamente para a nossa equipe.