Um veículo Parati foi furtado, na noite da última sexta-feira (7), em Almirante Tamandaré, na Região Metropolitana de Curitiba. Ele foi recuperado pela polícia e, antes de ser devolvido ao proprietário, foi furtado novamente em frente à Delegacia da Polícia Civil, na noite desta terça-feira (11). O dono do carro, Eliude da Silva Dias, de 58 anos, está indignado com a situação.

(Foto: Colaboração)

Dias conta que a Parati foi encontrada no dia seguinte ao furto e que não foi avisado pela polícia. A notícia de que o carro tinha sido encontrado, teria vindo de um parente que passou em frente à delegacia e avistou o veículo. “Ele foi roubado 9h30 da noite e por conta do horário não tinha mais como fazer B.O, mas ligamos para a polícia e eles fizeram o alerta. Na terça-feira, um parente passou na frente da delegacia e me avisou que tinha visto meu carro lá”, relatou ele.

Ele teria ido até o local e confirmado que de fato o veículo ali era a sua Parati. Segundo ele, as rodas haviam sido trocadas por outras mais velhas, a placa também foi trocada e o rádio não estava mais lá.

Porém, o carro ainda estava em nome de um vizinho de Dias, de quem ele tinha comprado o automóvel há oito meses. “O carro está no nome de Leandro, meu vizinho, de quem comprei há uns 8 meses. Quando vi que era meu carro mesmo, avisei o pessoal da delegacia e eles falaram que para retirar a Parati eu tinha que voltar com o proprietário que aparece na documentação até as 14h”, explicou.

Dias afirma que retornou para a delegacia com Leandro às 13h30, mas teria recebido como resposta que o período para a retirada do carro já havia se encerrado naquele dia e que o delegado estava ausente para assinar os documentos de retirada.

Eles voltaram à delegacia nesta quarta-feira (12) e foram surpreendidos com uma má notícia. “Voltei para retirar o carro, mas ele não estava mais lá. A secretária da delegacia disse que ele tinha sido furtado durante a noite”, disse Dias. A bateria do veículo havia sido retirada pela polícia para diminuir as chances de um novo furto, mas não foi o suficiente para evitar a ação dos ladrões.

Polícia Civil

Em nota, a Polícia Civil explica que o alerta de furto/roubo de veículo é feito automaticamente quando a pessoa percebe o fato e liga para o telefone 190. Assim, é gerado alerta para que todas as polícias saibam que o carro foi roubado, podendo proceder sua recuperação. Por isso, orienta-se que pessoas que tenham seu veículo subtraído, façam essa comunicação imediatamente. O registro do Boletim de Ocorrência na Polícia Civil pode ser feito depois, sem prejuízo.

Para que um veículo recuperado possa ser restituído ao proprietário, geralmente é necessário que o mesmo seja periciado, ainda mais em um caso em que peças tenham sido trocadas.

A nota também explica que a delegacia não tem um pátio para acomodar os carros recuperados. Sobre a questão do furto do veículo em frente à delegacia, informa-se que esta situação realmente ocorreu e está sendo investigada.