A Polícia Rodoviária Federal (PRF) informou que mais de 2 mil torcedores (2100, ao todo) do Boca Juniors, clube argentino que irá disputar a final da Copa Libertadores da América, neste sábado (4), no Estádio do Maracanã (RJ), já passaram pela fronteira em Foz do Iguaçu, Oeste do Paraná. Segundo a corporação, a estimativa é que mais mil torcedores passem pela aduana.

No balanço, que foi divulgado nesta sexta-feira (3), a PRF também apontou que 42 ônibus já foram fiscalizados durante a operação de segurança viária.

As equipes da PRF verificaram as condições dos veículos, os equipamentos obrigatórios e as documentações necessárias para a circulação no país. Os ônibus também estão sendo acompanhados por forças policiais que participam de operação conjunta de segurança.

diz trecho do comunicado da Polícia Rodoviária Federal.

Durante todo o feriado de 2 de novembro e nesta sexta-feira (3), as equipes da PRF estão na aduana da Ponte Tancredo Neves, realizando a fiscalização de ônibus que levavam os torcedores do clube Boca Juniors à capital carioca. Veja imagens de uma fiscalização feita pela PRF na noite desta quinta-feira (2).

Os veículos fiscalizados também estão sendo escoltados pela Polícia Militar do Paraná nos trechos rodoviários, para garantir a segurança viária e orientar os motoristas sobre locais de parada adequados.

Torcedores do Boca Juniors já enfrentaram problemas na estrada

Três ônibus ‘abarrotados’ de torcedores do Boca Juniors foram abordados pela Polícia Rodoviária Federal (PRF), nesta quinta-feira (2), em uma rodovia do Paraná. A fiscalização aconteceu na BR-369, em Ubiratã, no Oeste do Estado.

Os torcedores saíram de Buenos Aires, capital da Argentina, em direção ao Rio de Janeiro, onde os ‘Bosteros’ enfrentam o Fluminense no sábado (4), na final da Taça Libertadores da América.

Clique aqui e a matéria completa.

Comunicar erro

Comunique a redação sobre erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página.

Vídeo: mais de 2 mil torcedores do Boca Juniors já passaram pela fronteira no Paraná, diz PRF

OBS: o título e link da página são enviados diretamente para a nossa equipe.