REPRODUÇÃO/ FREEPIK

 

Você já deve ter lido por aí que o tempo extra em casa fez as buscas por pornografia dispararem. Mas, por outro lado, a pandemia de coronavírus vem diminuindo o desejo sexual de muita gente.

Os motivos são muitos: a possibilidade de perder o emprego por conta da recessão provocada na economia, a preocupação com a saúde de entes queridos e a sua própria, a dificuldade de se adaptar à rotina no isolamento.

A falta de atividade sexual está exposta em dados. O estudo Opiniões Covid-19, realizado entre 29 de abril e 1º de maio, identificou que para 36% dos entrevistados a pandemia de coronavírus está afetando negativamente a vida sexual.

Leia a reportagem completa AQUI na parceria do Metrópoles com a Banda B