(Foto: Reprodução/Facebook)

 

A morte do guarda municipal de Araucária, na região metropolitana de Curitiba, Juliano de Freitas Tibes, de 37 anos, gera comoção nas redes sociais desde a madrugada deste domingo (10). Conhecido atleta de fisiculturismo, o rapaz havia sido internado no último dia 5, quando descobriu um problema congênito no coração, chamado de válvula bicúspide – que pode ter uma função normal durante toda a vida ou causar complicações, como aneurisma aórtico ou insuficiência cardíaca.

(Foto: Reprodução/Facebook)

“Fomos bombardeados de muitas informações inesperadas, estávamos na expectativa de uma cirurgia para a retomada de uma vida normal, mas depois de muito lutar, hoje ele não resistiu”, escreveu a família do guarda no Facebook, na madrugada de ontem.

Os parentes também aproveitaram a postagem para homenagear Juliano. “Foi em paz, cumpriu sua jornada, sendo uma pessoa de caráter, um pai e marido honrado, sempre fazendo o bem a todos, e vai nos deixar muitas saudades. Amamos você eternamente”.

O perfil de Juliano no Facebook recebeu várias mensagens de luto de amigos e familiares. “Fiquei muito chocado com a notícia. Além de um grande profissional, perdemos um grande amigo. A morte pode nos levar as pessoas que amamos, mas não consegue roubar da gente as boas lembranças. O Juliano era uma pessoa honrada, uma pessoa de uma reserva moral incontestável, foi pra junto de Deus, mas estará sempre em nossos corações”, escreveu um amigo.

O corpo do fisiculturista foi escoltado por viaturas da Guarda Municipal até o Cemitério Jardim Independência, onde acontece o velório. O sepultamento está marcado para às 16h desta segunda-feira (11) no mesmo local.