O Paraná Clube voltou a jogar. Uma frase simplória que teve seu contexto redefinido a partir da situação absurda vivida pelo clube nos últimos oito meses. A trágica (mais uma) temporada de 2022 mostrou ao clube um rebaixamento lamentável para a segunda divisão do Campeonato Paranaense e uma eliminação nas oitavas de final de uma promissora Série D, que tirou o clube das competições nacionais por duas temporadas. O afastamento da atividade profissional, as dívidas crescentes e um quase “sumiço” diminuiriam o ânimo de qualquer torcida. Não a do Tricolor.

O que se viu no domingo (30) na Vila Capanema foi uma apoteose protagonizada por torcedores apaixonados que cercaram o ônibus do time e cantaram, a plenos pulmões, uma paixão que estava desaparecida dos estádios e dos ambientes, mas não dos corações. E os atletas sentiram o calor da torcida paranista que, mesmo que pague pela imprudência de alguns vândalos no ano passado, demonstrou estar mais do que nunca junto do Paraná Clube.

O Paraná Clube em campo

Dentro de campo, o Paraná Clube mostrou que a pré-temporada, pelo menos para a primeira impressão, valeu a pena. O Tricolor se mostrou superior ao Toledo e não deu chances ao time da região oeste do estado. Um bom início, com o pé direito, que tirou aquele grito pra lá de entalado da garganta do torcedor. E depois do jogo então? Os atletas foram do campo direto para um portão da Vila gritar, celebrar e cantar com a galera.

A torcida do Paraná Clube demonstrou ser diferente e marcou mais os corações e mentes dos atletas do que o jogo em si. Lógico, a vitória foi fundamental e os três pontos podem ser vitais para a conquista da vaga às semifinais. Mas o que ficará gravado na memória dos mais novos e dos mais experientes foi o barulho digno de quem havia acabado de vencer um título. Foi apenas um jogo, a estreia, mas, de tão simbólica, se transformou em um evento inesquecível nas mentes dos paranistas.

União tricolor

Novos e velhos, homens e mulheres, adultos e crianças… não importou. Todos foram à Vila Capanema mostrar o seu amor ao Tricolor. Se o clima do domingo foi assim, imagine então como será no próximo sábado contra o Andraus. A disposição do jogo coloca o Tricolor em uma condição de visitante, mas isso é apenas na tabela. O Paraná Clube estará na Vila e, desta vez, ao lado de sua torcida. É o momento de toda a festa externa ir para o ambiente interno e ganhar força.

Sem sombra de dúvidas, mesmo com todos os problemas extracampo, há um abraço coletivo gigantesco entre time, diretoria e torcida. Um precisa do outro e essa união será o grande ingrediente para levar o Paraná Clube à elite do futebol paranaense.

Festa da torcida do Paraná Clube.
A recepção da torcida ao time na entrada da Vila Capanema. Foto: Divulgação/PR

Comunicar erro

Comunique a redação sobre erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página.

Paraná Clube: a torcida também ganha jogo

OBS: o título e link da página são enviados diretamente para a nossa equipe.