Matheus Costa lamentou a derrota para o Figueirense (Geraldo Bubniak/AGB)

O técnico Matheus Costa lamentou o tropeço do Paraná diante do vice-lanterna Figueirense, na derrota por 1 a 0, neste sábado (19), que complicou o time na busca pelo G4 da Série B. Apesar do resultado negativo, o comandante destacou a entrega da equipe, que chegou a acertar a trave três vezes no jogo, e garantiu que o resultado não afeta o grupo para a reta final da competição.

“Acredito que não faltou briga, entrega e disposição. Isso ficou nítido durante o jogo, no segundo tempo que os jogadores fizeram. Não faltou empenho para buscar o empate com a entrega deles em campo. Nada vai nos afetar no dia a dia. Amanhã vão se reapresentar para o jogo em Recife. Nós seguimos acreditando e vamos ficar lutando. Claro que um resultado como esse dificulta, mas pode ter certeza que vamos continuar brigando”, declarou o treinador em entrevista coletiva.

O comandante também fez uma análise da oscilação do Paraná que resultou na derrota para o Figueirense. “Acredito que o nosso início não foi bom e fizemos um jogo aquém de uma equipe que está brigando para subir. Pecamos nos primeiros minutos e eles fizeram o gol numa infelicidade nossa, com um chute que desviou e acabou entrando. Acredito que depois disso o jogo mudou. Fizemos um abafa, mas não conseguimos repetir o que a gente vinha fazendo aqui na Vila”, avaliou.

Matheus Costa evitou fazer projeções matemáticas para as últimas rodadas e mantém o pensamento no jogo a jogo para superar o próximo adversário e seguir acreditando no acesso. “Não temos que pensar em fazer 16, 18 ou 20 pontos. Temos que pensar em ganhar do Sport e fazer os três pontos agora. Será um jogo difícil, mas já vencemos jogos assim fora de casa”, concluiu.

Confira a entrevista coletiva do técnico Matheus Costa:

Matheus Costa na coletiva após a derrota na Vila Capanema

Posted by Esporte Banda B on Saturday, October 19, 2019