Allan Aal lamentou noite ruim do Paraná (Geraldo Bubniak/AGB)

A derrota do Paraná para o América-MG, nesta quarta-feira (09), não abalou a confiança do técnico Allan Aal, mas gerou cobranças do treinador com a equipe. Insatisfeito com a atuação apática, o comandante negou ter sido surpreendido pelo adversário, mas afirmou que foi um desempenho para ser esquecido na continuação da Série B.

“Já esperamos que aqui na Vila Capanema o adversário vá procurar pressionar e tirar o nosso espaço. Hoje não tivemos uma noite feliz. Foi um jogo que não conseguimos criar e pecamos na tomada de decisão. É uma noite para esquecer”, avaliou o comandante paranista após a derrota.

Apesar da atuação abaixo da média, Allan Aal destacou a cobrança para que a equipe mantenha a postura apresentada nas primeiras rodadas da Série B. “A cobrança é para saber conviver com resultados positivos e não mudar a nossa atitude. Acho que entramos com excesso de confiança, achando que podia fazer o gol a qualquer momento, e acabamos pagando o preço. Infelizmente a equipe não rendeu nem metade do que poderia render, mas a derrota não muda em nada a confiança que temos nos atletas e no trabalho”, comentou.

Além da derrota sofrida, Allan Aal também lamentou a postura do técnico Lisca, do América-MG, que provocou dirigentes paranistas após o término da partida. “Foi uma situação muito desagradável. Lamentamos e nos surpreendemos, pois o Lisca é ou era um cara muito querido por todos e disse palavras que desmereceram a instituição. Falar que ‘aqui não perde para esta m*’, é uma situação muito desagradável. Ainda não conversei com ele, mas vou conversar. O respeito por torcedores e pela instituição tem que ser mantido”, finalizou.