Por Felipe Dalke

Minutos depois da divulgação da carta de João Paulo Medina, o ex-vice-presidente do Coritiba Ricardo Guerra também quebrou o silêncio e divulgou um pronunciamento através do site COXANautas para tentar explicar a sua saída da diretoria do Coxa.

Confira o pronunciamento de Ricardo Guerra:

Muito se especula sobre os motivos de minha saída. Argumentam questões pessoais e outros fatores que não condizem com a verdade. Foi uma decisão serena e pensada após 5 meses de muito trabalho.

Ocorre que participei da criação de um projeto e defendi esse modelo juntamente com meus pares ao associado. A tão propagada transparência, a auditoria (que sequer recebeu informações) e a estruturação do clube visando o futuro não ocorreram. O modelo apresentado em campanha e as ações escolhidas por muitos durante o exercício do mandado eram divergentes, basta analisar tudo que foi realizado até aqui para se compreender isso. Trabalhei por essa compreensão. Uma proposta foi eleita e não pessoas. Se continuasse no cargo, em face às decisões e ações que tomei conhecimento estaria renunciando ao que acredito ser adequado para uma gestão moderna e participava.

Respeito o Bacellar, amo o Coritiba. Tenho uma história de trabalho e dedicação ao clube, que a partir de agora será uma história de sócio-torcedor.

Ricardo Guerra