Abner deve permanecer no Coritiba. (Ale Vianna/Estadão Conteúdo)

Com vínculo somente até dia 30 de junho, o lateral-esquerdo Abner deve permanecer no Coritiba até o final da temporada. Ele já assinou pré-contrato com o clube para ficar até o dia 31 de dezembro e a única possibilidade de sair é se o Real Madrid, dono dos direitos econômicos, pedir o seu retorno. Entretanto, caso o atleta volte para a Espanha, o Coxa será ressarcido em 500 mil euros.

Em entrevista recente, o presidente Samir Namur explicou a situação de Abner no Coritiba. “O PSTC emprestou o Abner para o Real Madrid e o vínculo acaba no meio do ano, em junho. O contrato que o Coritiba fez é um sub-empréstimo do Real Madrid para o Coritiba, que tem que acabar na mesma data que acaba o contrato do PSTC com o Real. Nesta mesma data, o Real tem uma opção de compra do atleta frente ao PSTC e, claro, o Coritiba tem interesse que fique pelo menos até o final do ano”, declarou, em abril.

Namur ainda completou que o desejo até do Real Madrid é na permanência do lateral-esquerdo. “O PSTC se obrigou com o Coritiba a mantê-lo aqui até o final do ano, a exercer essa permanência frente ao Real Madrid. Caso o PSTC descumpra isso, existe uma multa no contrato de 500 mil euros, que aí cabe ao PSTC [pagar] ao Coritiba. Mas a ideia do Coritiba, PSTC e Real Madrid é que o atleta fique até o final do ano”, disse.

No início de sua segunda passagem pelo Coritiba, Abner já disputou seis partidas e ainda não marcou nenhum gol. Ele ficou de fora de duas rodadas na Série B se recuperando de dores musculares.

Comunicar erro

Comunique a redação sobre erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página.

Coritiba receberá 500 mil caso perca lateral-esquerdo Abner em junho

OBS: o título e link da página são enviados diretamente para a nossa equipe.