Por João Pedro Alves e Osmar Antônio

Até então invicto em casa, o Coritiba acabou sendo derrotado pelo Vasco neste domingo (11) e perdeu a chance de voltar à liderança. Após o jogo, o técnico Marquinhos Santos até lamentou a jornada pouco feliz do Coxa, mas preferiu pensar no futuro e projetar uma recuperação. Para ele, o compromisso contra a Portuguesa na próxima rodada é de fundamental importância para o time dar a volta por cima e se manter no G4 do Brasileirão.

Marquinhos quer a vitória na quarta-feira, “não importa como” (Foto: Monique Vilela/Banda B)

“A vitória se faz importante. Quarta-feira é pensar em ganhar. Não importa a forma, não importa como”, afirmou. Apesar do desgaste pela sequência de jogos a cada três dias em média, o treinador acredita que neste momento é bom para o grupo voltar a campo rapidamente para tentar se reabilitar.

Segundo Marquinhos, a partida contra a Lusa será mais um grande desafio para o Alviverde. E não apenas “futebolisticamente”, mas também devido a fatores externos como a pressão da torcida pela vitória em casa. “Primeiro teremos que tirar a ansiedade. Não só da equipe, mas de fora para dentro. O torcedor vai vir muito ansioso”, analisou.

Dentro de campo, lugar a que a ele compete, o treinador afirma que o Coxa seguirá com a mesma filosofia após o tropeço. “‘Teremos que manter o padrão, diferente do primeiro tempo contra o Vasco. A filosofia do Coritiba vai permanecer em posse de bola e agredindo o adversário”, cravou.

O compromisso diante da Portuguesa, válido pela 14ª rodada da Série A, está marcado para as 21h de quarta-feira (14) no estádio Couto Pereira, em Curitiba.

Notícias relacionadas:

Coritiba leva gol no início, esbarra na marcação e perde para o Vasco