O influenciador Eduardo Felipe Campelo, que é suspeito de lesar financeiramente vítimas pelo chamado ‘Jogo do Tigrinho’, não deve retornar ao Brasil, contrariando declarações iniciais de que se apresentaria à Delegacia de Estelionato de Curitiba e colaboraria com as investigações. A previsão de retorno era esta quarta-feira (5), mas Campelo já consta na lista de procurados da Organização Internacional de Polícia Criminal (Interpol) desde o último dia 22.

du-campelo-1
Reprodução

Na tarde desta quarta-feira (5), o influenciador chegou a postar stories, fazendo compras em um shopping de Dubai.

Com pelo menos três perfis já excluídos no Instagram, Campelo afirma ser vítima de perseguição.

“Eu não entendo essa perseguição. Primeiro entraram na minha casa, levaram meus carros, levaram meu dinheiro, me levaram preso. Depois, desativaram minhas redes sociais, mas a gente recomeçou e agora eles estão aqui de volta com essa perseguição, eu não entendo o porquê disso”, afirmou há duas semanas.

De acordo com as investigações, o grupo de Campelo é suspeito de associação criminosa e por lesar vítimas através de jogos de azar e realizar rifas pelas redes sociais. Na manhã do último dia 13 de maio, duas pessoas foram presas, em Colombo e Fazenda Rio Grande, na Região Metropolitana de Curitiba.

Investigações

As investigações, iniciadas em agosto de 2023, apontam que os investigados disponibilizavam, pelas redes sociais, links que direcionavam pessoas para sites de apostas no “Jogo do Tigrinho”. A Delegacia de Estelionato apurou também que as vítimas depositavam valores em troca da participação dos sorteios onde os suspeitos não entregavam os prêmios.

Com a inclusão na lista da Interpol, a Polícia Civil do Paraná quer que a prisão seja cumprida no exterior, com a consequente extradição do suspeito para o Brasil.

Comunicar erro

Comunique a redação sobre erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página.

Em dia previsto para volta, influenciador de Curitiba procurado pela Interpol posta vídeos em Dubai

OBS: o título e link da página são enviados diretamente para a nossa equipe.