Bruno Emanuel Ignácio tem 6 anos, mora em Curitiba, e em 2017 foi diagnosticado com câncer na cabeça. Em 2020, após se recuperar do primeiro tumor, Bruno foi novamente detectado com a doença. Após 30 seções de radioterapia, o menino teve que voltar ao hospital porque foi contaminado com o novo coronavírus. A reportagem da Banda B conversou com a mãe, Maria Eliane Vitorino, nesta segunda-feira (24), para entender a situação do menino. A família pede ajuda por meio de uma vaquinha (veja abaixo) para custear o tratamento do garoto internado há 40 dias no hospital.

 

O garoto Bruno. Foto: Reprodução/Arquivo Pessoal

 

Com 2 anos e sete meses de vida, o menino foi diagnosticado com ependimoma de fossa superior grau 2. Resumidamente, ependimoma é um conjunto de células malignas que levam ao câncer. Desde o diagnóstico, em 2017, Maria explicou que está desempregada para poder ficar o máximo de tempo possível com o filho. “Não tenho como trabalhar devido aos cuidados com ele que são bem diferentes. O Bruno usa válvula e não pode ficar com das pessoas, por exemplo. As vezes, ele não come direito e pode pegar frio”, mencionou à Banda B.

Maria é mãe de mais três filhos: um bebê de dois anos, um filho de 14 e um de 20 anos que não mora com os pais. A maior parte da renda da família vem dos trabalhos temporários que o pai do Bruno consegue. No entanto, desde que voltou ao hospital por conta da Covid-19, Maria revelou que os problemas financeiros começaram a aparecer. “Passamos dificuldade, mas sempre conseguimos resolver as coisas. Só que agora, eu estou no hospital há 40 dias e meu marido não está trabalhando porque tem que cuidar das outras crianças”, revelou.

Doença

Ao detalhar a situação do filho que está internado, Maria disse que este não é o primeiro tumor que o Bruno tem. “Há três anos, ele já havia retirado um tumor. Agora, no mês de junho, eles encontraram outro câncer. Isto é chamado de recidiva, quando a doença volta na criança. Ele fez radioterapia, mas ficou mal por conta do tratamento e teve que ser internado”, explicou.

Esta nova ida ao hospital durou um mês. Então, cinco dias após receber alta, o menino teve uma nova recaída. Desta vez, o novo coronavírus se tornou o problema. Para piorar, a mãe recebeu uma outra notícia negativa. “Além de tudo, após tirar o segundo tumor em junho, eles acabaram encontrando mais uma recidiva. Ou seja, mais um câncer. Devido ao excesso de radiação e ao novo coronavírus, o Bruno continua internado e não pode operar mais uma vez”, comentou.

Vaquinha

De acordo com a mãe, situação do garoto está complicada. Devido as quedas bruscas na saúde, Bruno parou de andar. “Nós nunca tínhamos feito vaquinha para ele. Nunca pedimos uma ajuda como estamos fazendo agora. Mas, a situação está bem diferente e qualquer auxílio será bem vindo”, concluiu Maria à Banda B.

Ajude o garoto Bruno com qualquer valor na vaquinha organizada pela família, para isto, clique aquiCaso queira contribuir de uma outra maneira, você também pode entrar em contato com os números:

(41) 99658-1112 – falar com Cássia.

(41) 99985-1221 – falar com Jaqueline.

Bruno

Abaixo, conheça o personagem principal desta história que conta com a sua ajuda!