(Foto: Facebook)

Paulo Márcio Rodrigues Madruga, de 47 anos, morre no último dia 20 de julho vítima da covid-19 em Curitiba. Ritmista da Escola de Samba Acadêmicos da Realeza, ele estava internado no Hospital Santa Cruz. (Para saber mais sobre as vítimas da covid-19 em Curitiba e região acesse o Memorial as vítimas criado pela Banda B)

Madruga deixa a mulher viúva e muitos amigos. Ao Memorial da Covid-19 da Banda B, o amigo Paulo Nunes deixou o seguinte relato:

‘Grande amigo nosso nos deixou devido essa terrível doença, Paulo Marcia Madruga, o “Cebola”. Um cara dez, um amigo agregador, sempre com um palavra amiga. Vai em paz irmão, vai deixar muita saudade. Um grande conhecedor do futebol e um grande panderista que nos deixou’, disse Paulo.