Taís Araujo vai enfrentar um dos maiores desafio desde que foi contratada pela Globo em 1997. A atriz aceitou oficialmente o convite do diretor Paulo Silvestrini no início desta semana e será a protagonista do remake de “Vale Tudo”, que a emissora prepara como grande atração para comemorar seus 60 anos, em 2025.

A atriz interpretará Raquel, que na versão original foi interpretada por Regina Duarte. Além de Silvestrini, José Luiz Villamarim, diretor de teledramaturgia da Globo, se empenhou para que Taís aceitasse o convite.

Autora da novela, Manuela Dias tem em Taís uma de suas atrizes de confiança e também aprovou seu nome para a releitura da produção de Gilberto Braga. Ambas vão repetir a parceria que já ocorreu em “Amor de Mãe” (2019-2021).

tais-araujo
Taís Araujo, que aceitou o convite para protagonizar o remake de ‘Vale Tudo’ – Foto: Marcus Sabah/Divulgação

Oficialmente, a atriz só poderá confirmar que será protagonista de “Vale Tudo” durante a exibição de “Mania de Você”, próxima novela das nove que estreia em setembro, no lugar de “Renascer”. A Globo não pretende divulgar nenhum nome antes disso para não atrapalhar o retorno de João Emanuel Carneiro ao horário nobre.

Ao dizer sim para o papel de Raquel, Taís pensou em especialmente nas camadas da personagem. Pessoas próximas à atriz, ouvidas pelo F5, disseram que ela relutou em aceitar o convite por causa da família, que preferia que ela não fizesse a novela por considerar o papel arriscado.

Taís é o segundo nome confirmado no elenco de “Vale Tudo”. O primeiro, como antecipou a Folha de S.Paulo na última segunda (24), é Cauã Reymond. Taís e Cauã têm em comum o fato de que ambos são dos poucos contratados fixos do banco de atores da Globo atualmente. Outros papéis devem ser definidos apenas a partir de agosto.

Além da comemoração de aniversário da Globo, pesou para a decisão de fazer um remake de “Vale Tudo” uma questão mercadológica.

A versão original de 1988 tem qualidade considerada abaixo do padrão adotado pela emissora. As imagens são consideradas escuras, o que impossibilitou reprises em TV aberta e afastou interessados do mercado de televisão estrangeiro de comprarem a produção.

Com a nova versão, a TV aproveita o apelo da história no horário nobre e tem um produto considerado interessante para ser negociado com seus parceiros.

Em sua versão original, “Vale Tudo” contava a história de Raquel, que é abandonada pelo marido e se vê obrigada a criar sozinha sua filha, a ambiciosa Maria de Fátima, vivida por Gloria Pires. Seu final teve teor de suspense graças à pergunta que fez o Brasil parar: “Quem matou Odete Roitmann?”.

Além da exibição original, a trama teve três reprises: uma na Globo em 1992 (quando os padrões de exigência de qualidade de imagens não eram tão altos como a partir da década seguinte) e outras duas no canal Viva, em 2010 e 2018.

Em 2022, a Globo chegou a cogitar uma reprise da trama no Vale a Pena Ver de Novo, no lugar da reexibição de “O Clone” (2001), mas os planos foram descartados.

Comunicar erro

Comunique a redação sobre erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página.

Taís Araujo aceita convite da Globo e será protagonista do remake da novela ‘Vale Tudo’

OBS: o título e link da página são enviados diretamente para a nossa equipe.