O departamento de compliance do SBT abriu sindicância interna para apurar um caso envolvendo dois funcionários que teriam sido flagrados fazendo sexo dentro de um camarim da emissora.

Os envolvidos são um diretor de conteúdo infantojuvenil do canal e um funcionário subordinado a ele, que não teve o cargo revelado. A reportagem apurou que o subordinado foi demitido.

sbt
Foto: Divulgação

A dupla teria sido surpreendida durante o momento de intimidade por uma camareira, que os denunciou a superiores. O caso teria acontecido em horário de expediente.

Em nota enviada à imprensa, o SBT afirmou que está “averiguando a denúncia”, sem entrar em detalhes.

“O SBT informa que seu departamento de compliance já está averiguando a denúncia a respeito de um suposto episódio ocorrido em um dos camarins da emissora. Contudo, não pode divulgar publicamente nenhuma investigação, uma vez que tem o compromisso de confidencialidade do processo, para preservar os seus colaboradores”, afirmou uma porta-voz da emissora.

Comunicar erro

Comunique a redação sobre erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página.

SBT investiga suposta relação sexual entre diretor e funcionário em camarim da emissora

OBS: o título e link da página são enviados diretamente para a nossa equipe.