A Record decidiu não noticiar no Domingo Espetacular, seu jornalístico dominical, o boletim de ocorrência aberto pela apresentadora Ana Hickmann, 42, sua contratada desde 2004, por violência doméstica contra o seu marido, Alexandre Corrêa, 51.

O caso aconteceu no sábado (11), mas veio à tona neste domingo (12). O F5 apurou que a orientação foi da alta direção da emissora, para preservar a comandante do programa Hoje em Dia.

O caso aconteceu no sábado (11), mas veio à tona neste domingo (12) - Foto: Reprodução
O caso aconteceu no sábado (11), mas veio à tona neste domingo (12) – Foto: Reprodução

A TV de Edir Macedo só pretende falar do assunto quando a ex-modelo se sentir confortável. Nem sua participação na atração feminina nesta segunda (13) está garantida ainda.

Nos bastidores da TV, o fato chamou a atenção porque a Record tem uma forte cobertura sobre casos polícias com celebridades, com direito a retrospectiva ao fim do ano para relembrar as maiores polêmicas. Sua concorrente direta, a Globo noticiou o caso no Fantástico.

Na edição do Domingo Espetacular deste fim de semana, por exemplo, o jornalístico mostrou problemas vividos pelo jogador Neymar e a briga pela herança da humorista Marina Miranda (1930-2021).

O marido de Ana Hickmann se manifestou nas redes sociais sobre a acusação de lesão corporal e violência doméstica feita pela ex-modelo. Ana registrou um boletim de ocorrência em uma delegacia de Itu (interior de SP) contra o empresário após uma briga entre o casal.

Correa, que não atendeu aos pedidos de entrevista feitos pelo F5, anteriormente havia negado a notícia ao ser questionado pelo portal Léo Dias. Na mensagem publicada no Instagram, ele admitiu a discussão, mas afirmou que foi um incidente isolado e sem consequências.

“De fato, na data de ontem, tive um desentendimento com a minha esposa, situação absolutamente isolada, que não gerou maiores consequências”, disse.

“Gostaria de esclarecer também que jamais dei uma cabeçada nela, como inveridicamente está sendo vinculado na imprensa, e que tudo será devidamente esclarecido no momento oportuno”, comentou Correa.

Conforme o relato contido no BO, Correa pressionou a apresentadora contra a parede e ameaçou desferir cabeçadas nela. Quando ela se desvencilhou e correu para a área externa para pegar o celular e ligar para a polícia, o empresário teria fechado com força uma porta de correr, prendendo o braço esquerdo da mulher, que ficou ferido.

Quando a polícia chegou à casa do casal, Correa já havia saído. Ana foi sozinha até a Santa Casa de Itu, onde foi atendida e liberada. Na sequência, foi escoltada pela polícia até a delegacia central da cidade, onde registrou o BO. Ela não solicitou medida protetiva.

Mais cedo, a apresentadora divulgou uma nota sobre o assunto. Hickmann agradeceu a preocupação dos fãs, que lotaram as redes sociais com mensagens desde que a notícia viralizou, após ser descoberta pela imprensa local. Segundo sua assessoria de imprensa, ela “está em casa, bem e felizmente não sofreu maiores consequências em sua integridade física”.

Comunicar erro

Comunique a redação sobre erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página.

Record não noticia acusação de agressão feita por Ana Hickmann

OBS: o título e link da página são enviados diretamente para a nossa equipe.