Acorda, mala sem alça, hoje é o teu dia
Tu que em tudo queres dar pitaco
Queres meter o nariz em qualquer sovaco
E estás sempre com uma pseudoalegria

Sei que é duro ter que te aturar
Mas, fazer o que? Se és um fênômeno mundial
No fundo, sei que não queres nosso mal
Mas és um saco, amigo! Tens que concordar…

Mala sem alça, de sintonia fina
Por favor caminha um pouco mais
E vai ver se eu me encontro na esquina

Pega um metrô, um trem, um ônibus, uma balsa
E vai dar uma volta ao redor do mundo
Mas desgruda de mim, mala sem alça !!!

Comunicar erro

Comunique a redação sobre erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página.

Dia do Mala sem Alça

OBS: o título e link da página são enviados diretamente para a nossa equipe.