Em dezembro de 2023, o ator Vin Diesel foi acusado de agressão sexual feita por uma ex-assistente. O astro da franquia “Velozes e Furiosos” já tinha negado a incriminação assim que a notícia caiu como uma bomba no meio artístico. Agora, ele voltou a se manifestar por causa da divulgação do processo e o ator acabou negando mais uma vez as acusações.

Asta Jonasson, que trabalhou na equipe de produção da franquia “Velozes e Furiosos”, denunciou Diesel por um caso de violência sexual que teria acontecido em 2010, época das gravações do quinto longa da série. Ela disse que o ator teria segurado seus seios contra a sua vontade, jogado na cama de um hotel, onde estavam hospedados, e se masturbado.

vin-diesel-3
Foto: Divulgação

Diesel já havia se pronunciado sobre o caso por meio de um comunicado de seu advogado, Bryan Freedman. “Deixe-me ser bem claro: Vin Diesel nega categoricamente essa acusação em sua totalidade. Esta é a primeira vez que ele ouve falar dessa afirmação de mais de 13 anos feita por uma funcionária que trabalhou apenas nove dias [com ele]. Há evidências claras que refutam completamente essas alegações bizarras”, disse a defesa do ator.

Esta semana, a equipe jurídica de Vin respondeu às acusações formalmente. “[O ator] nega, de forma geral e específica, toda e qualquer alegação da parte queixosa”, relata o documento obtido revista People. A reportagem também constatou na documentação que equipe jurídica do astro chegou a fazer um pedido à corte para que o processo não fosse levado adiante. Eles também pedem que Asta Jonasson se torne a responsável pelo pagamento das despesas legais de ambas as partes.

A ação ainda menciona sexismo, um ambiente de trabalho hostil, demissão injusta e retaliação. Astra alega ter sido contratada pela empresa do ator, a One Race Films, para acompanhar o astro em Atlanta, onde aconteciam as imagens. Horas depois do suposto caso de abuso, a profissional foi demitida.

Comunicar erro

Comunique a redação sobre erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página.

Vin Diesel volta a negar agressão sexual de ex-assistente

OBS: o título e link da página são enviados diretamente para a nossa equipe.