Rodriguinho, 46, lança nesta quarta-feira (15) um livro sobre sua vivência no BBB 24 (Globo) e comentou a rixa que teve com Davi no programa.

O cantor analisou o título do documentário sobre o campeão do reality show, “Um cara comum da Bahia”. “Vi que a divulgação do documentário estava sendo com uma frase que eu disse, embora a frase tenha sido mal interpretada, não foi da forma que as pessoas entenderam. Para mim foi muito tranquilo, vejo como uma oportunidade de trazer a visão real sobre o que foi dito”, declarou, em entrevista ao Gshow.

“A ideia nunca foi diminuir ou atacar o Davi. A frase foi dita logo no início do programa, quando ninguém conhecia ninguém. Não era para achar que alguém já seria maior que o outro na casa, todos estávamos iguais. Então foi mais numa de: ‘Cara, por que vocês estão com tanto medo? Ele é um menino comum, da Bahia e tal’. Não tinha por que falar ‘mal’ do Davi, não sabia nada a seu respeito, da trajetória. Pensando agora sobre a frase, depois de ter compreendido e aprendido sobre o lugar que queriam levar pra reflexão social, me sinto honrado em ter essa frase como título do doc”.

rodriguinho-davi
Foto: Reprodução/Globoplay

Ele comparou a si mesmo com Davi e elogiou o baiano. “Fui um menino comum e ainda sigo sendo. Somos homens pretos, periféricos e que vencem na vida sem passar por cima de ninguém, jogando limpo pela nossa fé, amor à família, pelo sonho de mudar de vida e pela nossa coragem de ver de mundo além do que nos apresentam. Eu me orgulho de ter participado dessa edição, que tinham vários meninos e meninas comuns e que inspiraram vidas através de suas vidas desde antes do BBB. Todos vitoriosos. Davi fez por merecer cada conquista desse prêmio, um dos maiores jogadores que o BBB viu”.

Rodriguinho contou que pediu perdão a Davi. “Eu me desculpei com ele, falei que havia pedido desculpas à família dele, que a mãe dele tinha me ligado e os convidei para os meus shows e o que mais precisassem. É um menino bom”.

O pagodeiro ainda garantiu que não há mais mágoas entre eles. “Na final do BBB, ele me deu um abraço e me chamou de paizão, como se estivesse dizendo: ficou para trás o que vivemos no jogo, entendi e sinto assim. Todos vencemos com ele. Também já conversamos após o programa, ofereci apoio no que precisasse, como fiz com a Pitel. Também me desculpei com ele, falei que havia pedido desculpas à família dele logo que saí, que a mãe dele tinha me ligado e os convidei para os meus shows e o que mais precisassem. Quando acalmar, e estiver na Bahia ou ele em SP, espero receber ele e sua família. Tudo no tempo certo, é um menino bom”, reforçou.

Comunicar erro

Comunique a redação sobre erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página.

Rodriguinho se compara a Davi e elogia campeão do BBB 24

OBS: o título e link da página são enviados diretamente para a nossa equipe.