Uma reviravolta está prevista para os próximos capítulos de “Renascer” (Globo). A rivalidade entre as famílias Inocêncio e Coutinho vai culminar na morte de José Venâncio, interpretado por Rodrigo Simas.

O publicitário vai ser baleado em uma emboscada armada pelo coronel Egídio (Vladimir Brichta). No capítulo previsto para ir ao ar na próxima segunda-feira (22), ele vai armar uma tocaia na estrada para se vingar de José Inocêncio, interpretado por Marcos Palmeira, pai de Venâncio.

Gravar dentro de um caixão foi novidade para Simas, que admite que, por mais séria que seja, quase teve uma crise de riso na cena do velório do personagem.

rodrigo-simas
O ator Rodrigo Simas em ‘Renascer’ – Foto: Fabio Rocha/Globo

“Me perguntam se fiquei com aflição ou tive algum desconforto, mas não. Fiquei zero agoniado e tenso, pelo contrário. Estava confortável e ainda fecharam o caixão por alguns segundos. Tinha vontade de rir em alguns momentos durante os ensaios”, disse em entrevista divulgada pela Globo.
Para ele, a morte de Venâncio é consequência por ser filho de quem é, e que a constante busca para agradar o pai fazia o publicitário viver em uma prisão interna e em constantes crises.

“Ele deixou de viver suas verdades e [passou a] repetir padrões para agradar o próprio pai. Sempre tentava acertar e curar alguns traumas, mas dificilmente conseguia. Ele teve uma trajetória de encontros e desencontros terminando a vida numa tocaia sem nem saber de onde surgiu.”

Comunicar erro

Comunique a redação sobre erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página.

Rodrigo Simas se despede de ‘Renascer’ e diz que teve vontade de rir em cena de velório

OBS: o título e link da página são enviados diretamente para a nossa equipe.