“Que talento descomunal. Nascido para cozinhar”. É como a equipe do restaurante espanhol El Celler de Can Roca, em Girona, descreve o chef catalão Daniel Redondo. Nascido na Espanha, seu talento reverberou também no Brasil, onde abriu o restaurante paulistano Maní ao lado da chef Helena Rizzo, com quem foi casado.

Ele morreu nesta sexta-feira (24), aos 46 anos, em um acidente de trânsito no qual sua moto colidiu com um carro. O motorista do carro saiu ileso, de acordo com o jornal espanhol El País.

Daniel Redondo fritava croquetes na infância, fora expulso da escola e de uns tantos jogos de futebol. Na cozinha, aprendeu disciplina, lavou louça, descascou cebolas. Não atrasava. E era de poucas palavras. Sua história está descrita no livro “Maní”, que conta a história do restaurante paulistano e de seus criadores.

helena-rizzo-e-daniel-redondo
Foto: Reprodução/YouTube

Aos 27 anos, Redondo foi chef de cozinha do El Celler de Can Roca, eleito duas vezes o melhor restaurante do mundo pela 50 Best. Trabalhou por 13 anos na casa.

Foi lá também onde conheceu Helena Rizzo, que tinha ido estagiar no restaurante. Juntos, vieram ao Brasil em 2006 para abrir juntos o Maní em São Paulo.

O sucesso do Maní após a saída de Redondo da operação, que imprimia técnica e rigor, sugere que seu legado foi uma equipe bem treinada, capaz de traduzir seus ensinamentos, de modo a realçar a poética contribuição de Helena Rizzo, a força motriz da casa.

A chef, inclusive, fez uma homenagem ao ex-marido nas redes sociais e disse que, sem ele, o Maní não seria o que é hoje. “Talentoso, trabalhador, criativo! Tenho certeza que todas as pessoas que passaram pelo restaurante e tantas outras que ainda trabalham lá guardarão para sempre todo o seu legado e ensinamentos”, escreveu ao compartilhar fotos dos dois no Instagram.

Rizzo disse que os dois não se falavam há muitos anos, desde a separação, mas afirmou que ele era “dono de um coração gigante e generoso”. “Passamos por muitas juntos… momentos incríveis e difíceis, de construção e aprendizagens”, relatou.

Após a saída do Maní, Redondo ajudou a renovar a cozinha do A Figueira Rubayat com receitas como o fideuá (um parente da paella, feito com macarrão) de lula ou de camarões com açafrão.

Em 2016, a rede One&Only promoveu “intercâmbios” entre chefs em seus resorts, em locais como Emirados Árabes, Bahamas e Ilhas Maurício. Redondo foi um dos chefs que fizeram séries de jantares em hotéis da rede -ele ficou sete dias no One&Only da Cidade do Cabo (África do Sul).

Redondo fez uma participação na terceira temporada do programa Masterchef Brasil (Band). Ele foi o convidado das quartas de final, e demonstrou aos participantes três maneiras de preparar polvo.

Comunicar erro

Comunique a redação sobre erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página.

Quem foi Daniel Redondo, chef e ex-marido de Helena Rizzo, que morreu em acidente de moto

OBS: o título e link da página são enviados diretamente para a nossa equipe.