Assim que MC Guimê deixou a Delegacia Especializada no Atendimento à Mulher (Deam), em Jacarepaguá, zona oeste do Rio, na tarde desta segunda-feira (20), onde depôs no inquérito aberto para apurar o crime de importunação sexual contra Dania Mendez, a mãe do rapper saiu em defesa do ex-brother. Maria Cristina Amaral disse que a polêmica foi, na verdade, uma grande armadilha para incitar a sua eliminação. Ela até chamou de ‘arapuca’ a expulsão do cantor do reality.

Foto: Reprodução/Globo

“Força! Deus está contigo, viu? Você é uma pessoa boa. Tudo isso foi uma arapuca. Eu queria muito te pegar no meu colo, te proteger, arrancar toda essa dor para mim”, começou Maria Cristina, que elogiou o caráter do filho mais velho : “Te amamos muito. Você sempre foi exemplo. O inimigo agiu, mas não permita que te faça pensar diferente, amor, orgulho das nossas vidas. Filho, estamos sempre com você até o fim”, escreveu.

MC Guimê ficou uma hora na delegacia prestando depoimento. Na saída, acompanhado de dois advogados e de dois seguranças, Guimê contou que está passando por uma “grande pressão” desde a expulsão, na quinta-feira (16). O rapper disse ainda que ele e Lexa, com quem está casado há dez anos, estão “buscando o perdão.”

Ele e lutador Antônio Cara de Sapato foram expulsos do BBB 23 e agora são investigados por importunação sexual contra Dania Mendez. A mexicana foi apalpada por Guimê e beijada sem consentimento por Sapato. O crime está previsto na lei 13.718 e classifica como criminoso qualquer ato forçado para satisfazer o desejo do agressor. A pena pode chegar a cinco anos de detenção.

Comunicar erro

Comunique a redação sobre erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página.

Mãe de MC Guimê sai em defesa do filho e chama de ‘arapuca’ acusação de importunação sexual

OBS: o título e link da página são enviados diretamente para a nossa equipe.