Jeremy Renner contou aos fãs que as perspectivas para sua carreira após o acidente que sofreu em 2023 não são esperançosas. Em entrevista ao podcast SmartLess, o ator confessou não ter mais energia ou combustível para abraçar projetos complexos e personagens difíceis.

Foto: Reprodução/Vingadores

“Eu preciso de toda a minha energia para existir nessa realidade, nesse corpo. Não consigo largar tudo e ir brincar de faz-de-conta neste momento da minha vida, porque toda a minha concentração está no ato de existir no presente, com pensamentos positivos, em constante crescimento”, disse ele, que quebrou mais de 30 ossos no acidente.

No elenco da terceira temporada de “O Dono de Kingstown” (Prime Video), o ator disse que aceitou continuar como Mike McLusky porque já conhecia o trabalho: “É um personagem que eu sei fazer bem, que já conheço muito bem, então foi mais fácil voltar a habitá-lo”.

“No entanto, se um projeto mais desafiador aparecer pela frente, não conseguirei abraçá-lo. É claro que toda produção tem seus desafios, mas estou falando em um sentido mais geral —se eu tivesse que interpretar Dahmer [o assassino Jeffrey Dahmer], por exemplo, seria algo muito longe de mim. Eu não conseguiria”, desabafou ele.

Jeremy passou meses em recuperação do acidente no Ano Novo de 2023, quando foi atropelado por um removedor de neve nas montanhas de Lake Tahoe, em Nevada. O ator quebrou mais de 30 ossos, passou por duas cirurgias e experimentou “todos os tipos de terapia” para se recuperar.

Comunicar erro

Comunique a redação sobre erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página.

Jeremy Renner diz que ‘não tem energia’ para interpretar papéis desafiadores após acidente

OBS: o título e link da página são enviados diretamente para a nossa equipe.