Tadeu Schmidt se prepara para o início das Olimpíadas de Paris. O apresentador vai comandar, ao lado de Fernanda Garay, a Central Olímpica, que vai resumir o dia nos Jogos Olímpicos de Paris em horário nobre na emissora.

No mês do orgulho LGBTQIA+, o também apresentador do BBB deixou claro o orgulho que sente da filha mais velha, Valentina. A jovem se define como uma pessoa queer.

“Errado é trair, é você ser um casal hétero e ter várias amantes. Errado é ser desonesto, ser mentiroso”, disse. Para ele, o caminho para o fim da homofobia é uma via de mão única que não tem volta.

tadeu
Foto: Reprodução

O jornalista relembrou falas homofóbicas que teve ao longo da vida, inclusive com colegas de profissão. Em uma das ocasiões, foi corrigido por Murilo Salviano, correspondente da Globo em Londres.

“Um colega me alertou que alguém tinha se assumido gay, e eu disse ‘caramba, pensei que ele era homem’. Ele falou ‘Tadeu, homem ele é, ele não é hétero, ele é homossexual'”, afirmou em entrevista à revista Quem.

Até hoje, ele diz cometer deslizes, mas conta com a ajuda da esposa, Ana Cristina, e também da filha mais nova, Laura.

“Se vejo um stand-up e tem uma piada falando de homem e mulher, eu mando no grupo da família ‘vocês acham que é machismo?’, e elas falam ‘é machismo’. Aprendo com elas que não é só uma brincadeira. É um processo eterno, e eu nunca vou ser à prova de falhas.”

Comunicar erro

Comunique a redação sobre erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página.

Errado é trair e ter várias amantes, diz Tadeu Schmidt sobre filha queer

OBS: o título e link da página são enviados diretamente para a nossa equipe.