O BBB 24 acabou na última terça-feira (16), mas as polêmicas envolvendo os participantes do reality da Globo continuam. Quem não se lembra do mal-estar entre Yasmin Brunet e Dona Déa no Domingão com Huck logo após a eliminação da sister? A mãe de Paulo Gustavo, que foi bastante criticada por ter falado de racismo estrutural e insinuado o preconceito da camarote com Davi, voltou a ser questionada sobre a confusão. Ela disse que não se arrepende do episódio.

dona-dea

“Falaria tudo de novo e muito mais. Eu não tenho medo, eu já passei por tanta coisa na vida, que tudo que acontecer ou falar de mim, não me preocupa. Se fosse uma coisa séria ou se eu tivesse feito uma grande injustiça, talvez eu refletisse e pedisse até perdão”, reconheceu. “Mas falar tudo aquilo… Não. E eu falei muito mais, que não saiu na televisão”, comentou em entrevista ao canal Conexão Entrevista.

Déa ainda lembrou o presente que deu para a filha de Luiza Brunet e não foi mostrado no programa. “Dei um livro chamado ‘Macacos’, de Clayton Nascimento, para a pessoa [Yasmin Brunet] aprender sobre os negros. Falaria tudo de novo. Falo aqui e falo amanhã e depois de amanhã… Vou falando porque a minha vida é uma briga constante”, disse.

Ela também comentou sobre a vitória de Davi no Big Brother Brasil 2024: “Amei [o resultado do BBB24]! Eu queria ver Davi, aliás os três:ele, o gaúcho Matteus e a Isabelle na final. É muito importante ter um negro [campeão], depois de tanto sofrimento. Até eu quase apanhei por causa dele”.

Comunicar erro

Comunique a redação sobre erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página.

‘Dei um livro chamado ‘Macacos’ para aprender sobre os negros’, diz Dona Déa sobre Yasmin Brunet

OBS: o título e link da página são enviados diretamente para a nossa equipe.