Michael Gambon (1940- 2023), conhecido por ter vivido o bruxo Alvo Dumbledore na saga “Harry Potter”, morreu em setembro e quase seis meses depois o testamento do ator foi aberto pela família.

image-11-5
Divulgação

Dono de uma fortuna de aproximadamente R$ 9,5 milhões, ele excluiu Phillipa Hart, a mãe de seus dois filhos menores e com quem mantinha um relacionamento extraconjugal há mais de 20 anos, ficou de fora de sua herança.

Gambon elegeu a mulher Anne e o filho do casal, Fergus, como seus herdeiros e a dupla vai ficar com quase a totalidade de seus bens. Phillipa ficou sem um centavo no documento redigido em 2016 e seus dois filhos com ator foram agraciados.

Tom, de 17 anos, e William, 15, vão receber cerca de R$ 63 mil (cada um) e alguns troféus ganhos ao longo da carreira de mais de 50 anos do pai, que foram deixados como parte da herança no documento.

Michael conheceu Philippa durante as filmagens da série ‘Longitude’, em 2000 e eles ficaram juntos desde então, com o ator mantendo relações com as duas mulheres. Anne, ao saber da traição, chegou a deixar a casa em que viviam juntos, em Londres, mas retornou logo depois e aceitou a segunda relação.

Comunicar erro

Comunique a redação sobre erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página.

Ator de ‘Harry Potter’ exclui amante em testamento milionário e deixa menos de R$ 200 mil para os filhos

OBS: o título e link da página são enviados diretamente para a nossa equipe.