KARINA MATIAS

Os advogados de Alexandre Correa ingressaram na noite de segunda (27) com duas medidas judiciais contra Ana Hickmann. Na primeira delas, o empresário acusa a apresentadora de praticar alienação parental porque ela estaria atuando para dificultar a convivência do filho do casal com ele.

Em outra ação, Correa pede a revogação parcial da medida protetiva que impede o empresário de se aproximar de Ana e de seus familiares e também de frequentar a empresa do casal. Os advogados solicitam que o empresário possa ter acesso à sede da empresa para poder trabalhar. Eles salientam que Correa é dono de 50% de todos os negócios do casal.

34534
Foto: Reprodução/Instagram

“No meu ponto de vista, existe um abuso de poder. Ela conseguiu por meio da [lei] Maria da Penha proibir ele de trabalhar na empresa em que ele também é dono. Ela fica na Record das 8h ao meio-dia. Então, por exemplo, ele pode trabalhar na sede da empresa neste horário”, diz o advogado Enio Martins Murad, que representa o empresário.

“Ele está proibido genericamente de falar com parentes, amigos e funcionários e de frequentar o seu próprio trabalho, a sua própria casa e de ver o filho. Isso, pra mim, é um abuso muito maior do que o discurso que ela tem empregado”, prossegue o advogado.

Em 11 de novembro, Ana Hickmann denunciou o marido por lesão corporal e violência doméstica. No último domingo (26), a apresentadora falou pela primeira vez sobre o assunto ao programa Domingo Espetacular, da Record.

Na ocasião, ela recapitulou a briga que aconteceu em Itu, no interior do estado de São Paulo, onde o casal morava. Ana afirmou que Alexandre tentou dar uma cabeçada nela. “Ele não me acertou porque eu me esquivei”, disse.

“Ninguém merece ser torturada de nenhuma forma”, complementou. “Estou falando da figura de um agressor, de um covarde, de um canalha que acha que tem poder e domínio sobre os outros.”
O advogado do empresário nega que Alexandre tenha agredido a mulher. “Não existe nenhuma prova disso nos autos, salvo a alegação dela.”

Para Murad, Alexandre é a “verdadeira vítima” porque Ana usou um canal de TV para chamar o marido de canalha e criar um “massacre contra o empresário”. “Isso que é coação, isso que é ameaça. Ele está sendo pré-julgado pela sociedade e existe um canal de televisão que dá espaço para que uma mulher destrua uma reputação de uma pessoa. Isso não é justo.”

“Inclusive, ela destruiu a reputação do próprio pai dela demonstrando que ela tem trauma de infância quanto às relações masculinas e que, talvez, por isso ela tem o comportamento que apresenta”, diz.

O advogado se refere à declaração de Ana Hickmann de que seu pai batia em sua mãe. “Jurei que nenhum homem me faria isso”, afirmou.

O advogado diz ainda que problemas financeiros são comuns às empresas e às pessoas e que foi a apresentadora que transformou a situação num “circo”.

A empresa de Ana e Alexandre acumulou uma dívida milionária em empréstimos, débitos fiscais e inadimplência. Ao Domingo Espetacular, a apresentadora afirmou que o então marido tentou esconder dela os problemas. “Ele começou a omitir-se cada vez mais e tentar fugir de mim. E eu resolvi abrir as gavetas. Aí eu tive a nítida certeza de que o meu problema não era apenas dívida de banco […], mas tinha muito mais.”

Comunicar erro

Comunique a redação sobre erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página.

Alexandre Correa processa Ana Hickmann por alienação parental e pede revogação parcial de medida protetiva

OBS: o título e link da página são enviados diretamente para a nossa equipe.