Motos com escapamento adulterado são foco de fiscalização da Setran. Foto: Divulgação/SETRAN

Em ação conjunta na manhã desta sexta-feira (8), a Superintendência de Trânsito de Curitiba (Setran) e a Guarda Municipal realizaram uma operação de fiscalização de motos que tiveram o escapamento adulterado, gerando barulho e incômodo nas ruas da cidade. A irregularidade é uma das mais constantes reclamações da população na Central 156 da prefeitura. A operação foi realizada no bairro Boa Vista.

“Essa prática já é prevista na legislação de trânsito como uma infração grave, com perda de cinco pontos na Carteira Nacional de Habilitação e uma multa de R$ 195,23”, conta o diretor de Fiscalização da Setran, Wagnelson de Oliveira. “O barulho atrapalha as pessoas em qualquer horário do dia, causa desconforto, ainda mais à noite, quando a população tenta dormir. É uma reclamação recorrente e estamos fiscalizando para conter o problema”, disse .

A adulteração no escapamento do veículo está caracterizada no artigo 230 (inciso XI) do Código de Trânsito Brasileiro (CTB), que dispõe sobre “conduzir o veículo com descarga livre ou silenciador de motor de explosão defeituoso, deficiente ou inoperante”. A prática acarreta ao motorista infração de natureza grave, com perda de cinco pontos na Carteira Nacional de Habilitação (CNH) e multa no valor de R$ 195,23.

Ao todo, a ação da Prefeitura de Curitiba realizou 137 abordagens, registrou 47 autos de infrações e 31 remoções, com 24 motos removidas por questões de documentação e por adulteração de escapamento.