Foto: Juliano Pedrozo/Arquivo Detran PR

O motorista que desejar apresentar defesa para uma multa de trânsito recebida no município de Curitiba agora pode acessar o serviço pela internet. A facilidade vale também para aqueles que desejam entrar com recurso à Junta Administrativa de Recurso de Infrações (Jari).

A novidade foi disponibilizada neste mês no site da Superintendência de Trânsito (Setran), por meio de um acordo de cooperação técnica com o Detran-PR, e pode ser acessada diretamente aqui. O serviço de apresentação de recursos corresponde a cerca de 30% do total do atendimento presencial da Setran.

“A partir de agora, o condutor não precisa se deslocar até a sede ou posto regionalizado da Setran para a apresentação de defesa prévia ou recurso à Junta Administrativa de Recurso de Infrações (Jari) ou, ainda, ter o custo de enviar a documentação necessária pelos Correios”, explica a superintendente de Trânsito, Rosangela Battistella. Para utilizar o serviço online, o usuário precisa fazer um cadastro pelo Detran Fácil.

“Para realizar o protocolo online, o cidadão deve prestar atenção ao prazo que consta na notificação enviada pelos Correios”, informa Battistella. Na sequência, é possível acompanhar a tramitação do recurso pelo site da Setran, com o número do Renavam ou do protocolo. Aos que preferirem, o serviço continua sendo ofertado de forma presencial, na sede da Setran (Rua Benjamin Constant, 157) ou nos núcleos regionais de atendimento.

Celeridade e praticidade

A Setran tem passado por um processo de modernização tecnológica para ofertar serviços de forma mais rápida e cômoda para o cidadão. As medidas integram um projeto de implementação de novas práticas de gestão. Pelo novo site do órgão, no ar desde setembro, o usuário encontra informações de forma mais simples, podendo resolver pendências sem precisar sair de casa.

Outra vantagem: as multas de trânsito emitidas por agentes de trânsito e guardas municipais podem ser pagas por aplicativos de telefone ou pela internet, além dos terminais de autoatendimento e guias de caixas disponíveis pelas redes bancárias conveniadas. “Implantamos a informatização de todo o atendimento ao usuário. Desde o mês de outubro, os processos não circulam mais em papel, e sim de forma digital. Os demais processos foram digitalizados”, conta a superintendente de Trânsito.