O “longo inverno” de quase 17 anos em relação à Linha Verde de Curitiba está chegando ao final. Apesar da capital ser conhecida pelas baixas temperaturas e possuir muitos amantes do frio, o período citado anteriormente é carregado, na verdade, de muitas polêmicas e impasses, e não deixará saudades a motoristas.

Mas tudo pode acabar em breve já que neste domingo (9), às 11 horas, o trânsito da avenida, que irá se transformar na maior obra viária da cidade, será completamente liberado de norte a sul, acabando com a expectativa dos curitibanos após tanto tempo. A Banda B estará acompanhando o momento histórico em tempo real.

linha-verde-norte-4.1
Lote 4.1 da Linha Verde, o último a ser entregue aos curitibanos. Foto: Ricardo Marajó/SMCS

Do Pinheirinho ao Atuba, a via expressa começou a ser projetada em 2007. Mas foi entre os anos 2009 e 2010 que as primeiras mudanças começaram a ser entregues.

A concepção da avenida era transformar a antiga BR-116 em um grande corredor de transporte com direito a espaços exclusivos para ônibus, vias locais, áreas verdes, paisagismo e espaços destinados a comércios e serviços.

Em fevereiro deste ano, durante a abertura do ano legislativo na Câmara Municipal, o prefeito Rafael Greca esteve no evento e reafirmou o compromisso de terminar as obras em junho.

Parte final da Linha Verde

São 22 quilômetros de extensão (pelo leito da BR-476) ligando a cidade do Sul ao Norte desde o Pinheirinho ao Atuba, beneficiando 22 bairros numa área de abrangência de 287 mil pessoas.

O Lote 4.1 é o trecho final de obras. O trecho abrange quase 3 km de extensão, desde a altura do Hospital Vita até a concessionária Mercedes/Savana, e receberá as estações Atuba e Solar do transporte coletivo.

Os trabalhos são os mais complexos da intervenção, segundo a prefeitura. Incluem as chamadas obras de arte (trincheiras e alças de acesso), terraplanagem, pavimentação, drenagem, paisagismo, sinalização viária, relocação de postes de energia, semaforização e acessibilidade. Também contemplam a infraestrutura para as futuras estações Atuba e Solar.

Comunicar erro

Comunique a redação sobre erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página.

Após quase 17 anos de espera, Linha Verde completa de norte a sul será entregue aos curitibanos neste domingo

OBS: o título e link da página são enviados diretamente para a nossa equipe.