Dois dias após a Prefeitura de Curitiba alertar para o aumento de acidentes em canaletas – vias exclusivas para ônibus e veículos oficiais –, um ciclista foi atropelado por um caminhão da cavalaria da Polícia Militar (PM), na noite desta quarta-feira (3), na canaleta do expresso da Linha Verde.

O acidente aconteceu pouco antes das 21h, no bairro Xaxim. Segundo a PM, o ciclista teve ferimentos leves, “sem lesões de maior gravidade, felizmente”. A corporação não deu detalhes, porém, sobre o acidente.

No entanto, reforçou a necessidade do uso de equipamentos de segurança e sinalização luminosa por parte dos ciclistas.

Além disso, destacou a importância de se respeitar “a sinalização luminosa de trânsito pelos ciclistas, nos cruzamentos de vias, questão que, segundo o registro, teria sido determinante para a ocorrência do fato”.

O ciclista não teve a identidade revelada.

Aumento de acidentes em canaletas

Segundo a administração municipal, apesar de ser proibida a circulação de pedestres e ciclistas em canaletas de ônibus, houve um aumento de 51% no número de acidentes nessas vias no ano passado – se comparado com o ano anterior.

Em 2023, foram 59 acidentes nas canaletas envolvendo ciclistas e pedestres, com 54 feridos e três mortes. Em 2022, foram 39 acidentes, com 44 feridos e quatro mortes.

alerta-canaleta-onibus-pedestres-acidentes-1
Foto: Pedro Ribas/SMCS.

Nos dois primeiros meses de 2024 ocorreram nove acidentes, com oito feridos. No mesmo período do ano passado, foram seis acidentes, com oito feridos.

“Há uma falsa ideia de que a canaleta é mais segura, o que faz com que muitas pessoas prefiram pedalar ou correr nestes espaços. Mas não é verdade. O impacto do choque com um ônibus do porte de um expresso biarticulado é brutal. Estamos falando de veículos robustos, de cerca de 36 toneladas com lotação, contra duas toneladas de um automóvel”, diz o presidente da Urbs (Urbanização de Curitiba), Ogeny Pedro Maia Neto. 

O Código de Trânsito Brasileiro (CTB) estabelece que as canaletas são exclusivas para o uso do transporte coletivo. Somente veículos que realizam atendimentos de emergência em saúde e segurança pública estão autorizados a circular por essas vias. Ou seja, caminhar, pedalar ou praticar esportes neste espaço é proibido e bastante perigoso.

Comunicar erro

Comunique a redação sobre erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página.

Ciclista é atropelado por caminhão da cavalaria da PM em canaleta dois dias após alerta sobre aumento de acidentes

OBS: o título e link da página são enviados diretamente para a nossa equipe.