Por Elizangela Jubanski e Djalma Malaquias

crime-sabado1Homem foi identificado preliminarmente por meio de um documento, no bolso. Foto: DM/Banda B

Vizinhos da rua Noca Correia Reinhardt, que fica em uma área residencial do Tatuquara, em Curitiba, acionaram a Polícia Militar (PM) no início da manhã deste sábado (18). Eles encontraram o corpo de um homem, totalmente envolto em sacos plásticos e com ferimentos pelo corpo. Com documentos em nome de Celso Enoque da Silva, 42 anos, a polícia acredita que ele tenha sido morto em outro local.

O crime pode ter acontecido durante a madrugada e o corpo levado à região no início da manhã. Nenhum dos moradores disse conhecer a vítima, o que corrobora a versão de desova da polícia. “Só vim ver porque a viatura parou em frente da minha casa. Pelo jeito tem uma lona enrolada nele, acho que foi desova, mesmo. Trouxeram já morto, não escutei tiro nenhum, nada”, contou o morador à Banda B.

A Polícia Científica foi acionada e o corpo possui marcas de disparo de arma de fogo, assim como de arma branca. O Instituto Médico Legal (IML) foi acionado. As investigações ficam sob responsabilidade da Divisão de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP).