Após percorrer mais de 360 quilômetros de Erechim, no Rio Grande do Sul, a Cantagalo, no Paraná, Tamires Gemelli da Silva Mignoni de 30 anos, ficou por mais de 130 horas, em posse dos criminosos. Ao menos 120 horas, foram no cativeiro distante 30 quilômetros de Laranjeiras do Sul, no Centro-Oeste do Paraná.

Casa onde Tamires ficou em Cantagalo – Foto Catve

Foram cinco dias de tensão, angústia e trabalho intenso, aos policiais civis da Tigre (Tático Integrado de Grupos de Repressão Especial), do Paraná, e do Deic (Departamento Estadual de Investigações Criminais), do Rio Grande do Sul.

O Portal Catve, parceiro da Banda B, divulgou com exclusividade, a casa, de cor azul, fica na região Central do município de Cantagalo.

Ao longo dos cinco dias, os sequestradores não chamaram a atenção dos vizinhos, que não perceberam a ação. Aos fundos, Tamires foi deixada em uma ‘espécie’ de garagem.

Médica Tamires ficou com os sequestradores por 5 dias – Reprodução

Após trabalho intenso das forças de segurança, na noite de quarta-feira (21) a jovem retornou para casa, em Laranjeiras do Sul. Ela é filha do prefeito de Laranjeiras do Sul, Berto Silva, e foi sequestrada ao chegar no trabalho em Erechim (RS), há cinco dias.

Veja a cobertura completa do caso AQUI na Catve, parceiro da Banda B.