Por Marina Sequinel e Danaê Bubalo

Moradores do bairro Tatuquara, em Curitiba, querem saber aonde foi parar a Unidade Paraná Seguro (UPS) da região. Segundo eles, há cerca de um mês a UPS, localizada na Rua João Goulart, parou de funcionar sem qualquer aviso prévio.

UPSLocal onde antes funcionava a Unidade Paraná Seguro do Tatuquara. (Foto: Colaboração/Banda B)

“A Unidade foi abduzida e os bandidos estão deitando e rolando por aqui. Recentemente eles explodiram um caixa eletrônico que fica perto da UPS e assaltaram até as barracas de cachorro-quente da região”, disse a moradora Lucélia Fátima em entrevista à Banda B nesta terça-feira (6).

Segundo ela, o índice de violência assusta ainda mais a população desde que a UPS parou de funcionar. “Eles simplesmente sumiram e não falaram nada. Enquanto isso, nós nos sentimos inseguros, à mercê da violência”, desabafou.

Em nota, a Polícia Militar (PM) informou que a UPS Ludovica, localizada no bairro Tatuquara, ganhou sede nova, ou seja, os policiais deixaram de trabalhar em um contêiner e passaram para uma sede fixa, melhorando, assim, as condições de trabalho dos policiais e o atendimento à comunidade.

A sede da UPS Tatuquara foi transferida da esquina das ruas jornalista Emílio Zola Florenzano com Presidente João Goulart para a Rua Enett Dubard, cerca de 1,9 km do local anterior, mas no mesmo bairro. A nova casa ainda não tem número, mas fica em frente ao 740.

De acordo com a PM, o trabalho realizado pela UPS na região é diuturno com rondas ostensivas, e a comunidade tem a UPS como uma base para conversar com a PM. Além da UPS, a PM está à disposição por meio do 190.