Pouco mais de um mês após a morte do produtor rural Fernando dos Anjos, de 28 anos, familiares esperam por justiça. Fernando foi morto em um assalto no Contorno Sul, na Cidade Industrial de Curitiba (CIC), na noite do dia dois de janeiro. Os caminhões da família levavam um carregamento de tomate no Contorno Sul, sentido CIC, em direção ao Ceasa, no bairro Tatuquara, em Curitiba, quando foram abordados pelos bandidos.

Família de Fernando quer justiça (Foto: Arquivo Pessoal)

O assalto aconteceu por volta das 23 horas, próximo da Trincheira Cyro Correa Pereira. Um caminhão do cunhado de Anjos furou o pneu e a vítima, acompanhada do irmão e mais um parente, parou com o outro veículo para ajudar, quando aconteceu o crime. Os quatro haviam saído de uma propriedade rural em Campo Magro, região metropolitana de Curitiba.

Fernando chegou a entrar em luta corporal com os bandidos e acabou morrendo no local. O cunhado dele, que estava no caminhão que furou o pneu, foi atingido de raspão. Desde então, a família vive uma dor sem fim. “Ele era a alegria da nossa casa, frequentava a igreja e trabalhava muito. É dolorido demais o que estamos passando, uma tristeza sem fim”, disse Suzan Mara dos Anjos, irmã de Fernando, em entrevista à Banda B nesta quinta-feira.

A irmã pede uma resposta e cobra mais empenho das autoridades. “Um dos suspeitos está identificado, por que não foi preso ainda? O que está acontecendo para demorar tanto. Como explicar para a esposa e o filho pequeno dele?”, questionou Suzan.

As investigações sobre o caso estão a cargo da Polícia Civil. A Banda B questionou a corporação e aguarda um retorno.