Por Luiz Henrique de Oliveira e Djalma Malaquias

PMDENTROTroca de tiros tomou conta de movimentada rua no Xaxim (Fotos: Djalma Malaquias – Banda B)

Um homem armado trocou tiros com a Polícia Militar (PM) na Rua Francisco Derosso, no bairro Xaxim, em Curitiba, por volta das 16h20 deste domingo (14). A ação percorreu vários quilômetros da principal rua do bairro da capital e terminou com o suspeito baleado. A família do suspeito dá outra versão para o que aconteceu (Saiba mais abaixo).

Durante a troca de tiros, o carro de uma família – pai, mãe e filho – foi atingido por um disparo. Apesar do susto, nenhum dos inocentes ficou ferido. “Foi um susto muito grande. Estávamos indo para casa, vimos a polícia atrás de um carro e meu veículo foi atingido. Poderíamos ter morrido aqui, mas deu tudo certo”, contou à Banda B o motorista do veículo atingido.

rone 3Rua foi bloqueada pela PM

Segundo o tenente Hoiser, da Rone da PM, a equipe precisou revidar as injustas agressões. “Fomos acionados para uma situação de ameaça, onde dois homens armados estariam no Gol. No local havia apenas um rapaz no carro. É um veículo Gol que, a princípio, não tem alerta de furto ou roubo. Não sabemos ainda porque o suspeito disparou contra a equipe”, explicou o oficial.

Moradores na Francisco Derosso, esquina com a Rua Pedro Siemens, ponto principal do tiroteio, se assustaram com o que viram. Uma mulher comentou o que testemunhou. “Foi um susto muito grande. Moramos aqui em frente e quando olhamos era a Rone trocando tiros com os marginais”, descreveu.

De acordo com ela, os policiais apenas revidaram os tiros dos marginais. “A polícia foi revidando e tinha gente no fogo cruzado. Não dá dó dos bandidos não, porque eles matam mesmo”, destacou.

Até o fechamento desta reportagem, o suspeito morto não foi identificado oficialmente.

Outro lado

A família do suspeito procurou a Banda B nesta segunda-feira (15) para negar a versão da PM. Segundo a irmã do homem, ele não estava com nenhuma arma no momento da abordagem. “Ele estava bêbado porque terminou um namoro e foi até a casa do atual da ex dele. Lá, ele estava com uma faca e a PM foi chamada. Por estar com documentos vencidos, meu irmão acabou fugindo da abordagem. Ele não atirou contra ninguém, porque não tinha arma”, garantiu, mesmo sabendo que a polícia localizou um revólver calibre 38 com o suspeito.