Da Redação com PRF

Foto: Divulgação PRFFoto: Divulgação PRF

Três mulheres foram presas nesta segunda-feira (27), em Campina Grande do Sul, na região metropolitana de Curitiba, suspeitas de aplicar golpes bancários em clientes do Rio Grande do Sul. De acordo com a Polícia Rodoviária Federal (PRF), elas estavam em um automóvel Chevrolet Onix e foram detidas na BR-116.

Uma equipe da PRF que atua no Rio Grande do Sul havia repassado a informação de que o carro em que elas estavam havia sido utilizado durante a instalação de aparelhos “chupa-cabra” em agências do Banco do Brasil em Caxias do Sul e do Santander em Farroupilha. Com aparência similar à parte frontal de um caixa eletrônico comum, esse tipo de aparelho é usado para copiar os dados bancários dos clientes.

Com as informações, os policiais rodoviários federais efetuaram a abordagem do veículo, que estava a caminho de São Paulo. Com as presas, foram apreendidos mais de R$ 4 mil em dinheiro, 23 encaixes para cartões bancários, cinco aparelhos de telefonia celular, um interfone e uma máquina para cartões de débito e crédito.

As três, que declararam residir nas cidades paulistas de Guarulhos, São Bernardo do Campo e Araras, admitiram participação nos crimes. Imagens de câmeras de segurança dos estabelecimentos bancários gravaram a ação das criminosas.

Uma delas já tinha inclusive um mandado de prisão preventiva pelos crimes de furto qualificado, estelionato, formação de quadrilha e falsificação, expedido em julho de 2014 pela 1ª Vara Criminal da Comarca de Gravatá (PE).

A PRF encaminhou as três presas, o carro e os itens apreendidos para a Delegacia da Polícia Civil em Campina Grande do Sul.