Dois assassinatos foram registrados, um na noite deste sábado (27) e outro na madrugada deste domingo (28), em Piraquara, região metropolitana de Curitiba. O primeiro jovem, de 19 anos, foi baleado na rua Boa Vista. Já o segundo rapaz, de 24 anos, estava na casa dele, na rua Utrech, quando foi atingido com quatro tiros na cabeça.

Rua Boa Vista, em Piraquara, onde aconteceu um dos assassinatos (foto: Reprodução/Google street view)

 

No sábado, o auxiliar de serviços gerais Juliano Vanderlei da Silva foi morto com dois tiros, perto da casa dele, na Vila Macedo. Não ficou esclarecido o motivo e autoria do crime.

Já no início da madrugada, o pedreiro Thiago Ferreira foi morto na casa dele, no Jardim Guarituba. O perito de Criminalística, Eumir Machado, disse que o jovem foi morto com tiros na cabeça e, no local, foram encontrados mais de 12 estojos de calibre 9 milímetros.

“Os assassinos vieram pela lateral da casa, onde estava a vítima, e efetuaram vários disparos em direção ao quarto. Ele foi atingido com quatro tiros na cabeça. Mais de 12 estojos de calibre 9 milímetros foram encontrados no local, além dos projéteis que estavam no quarto, ao redor do jovem. Os assassinos fugiram pelos fundos da casa”, explicou Eumir.

As causas dos dois assassinatos não foram esclarecidas. Os casos serão investigados pela Polícia Civil (PCPR).

Campo Largo

Ainda durante a madrugada deste domingo (28), Adriano dos Santos foi baleado quando estava com a namorada em uma festa, na rua Gianni Agnelli, em Campo Largo, região metropolitana de Curitiba.

Aos policiais, a namorada de Adriano contou que um rapaz, desconhecido por ela, atingiu a vítima com cinco disparos. Vizinhos socorreram o rapaz até o centro médico da região e o deixaram lá, já morto.

O caso será investigado pela delegacia de Campo Largo.