Uma travesti foi presa, nesta segunda-feira (2), suspeita de abusar sexualmente de três adolescentes no entorno de uma mesma escola de Quatro Barras, na região metropolitana de Curitiba. A polícia chegou até ela após a mãe de uma vítima autista relatar que o filho de 17 anos foi abordado e sofreu abuso dentro de um carro.

Suspeita está detida na Delegacia de Quatro Barras (Foto: Antônio Nascimento – Banda B)

De acordo com o delegado Luiz Carlos de Oliveira, esse último caso aconteceu há cerca de um mês e meio e uma fotografia do carro ajudou na identificação. “No dia do crime, esse adolescente perdeu o transporte do município, já que ainda não estava pronto. Ele, então, decidiu ir a pé e foi quando foi abordado para uma carona. No meio do caminho, essa travesti resolveu praticar sexo oral com o menino antes de levá-lo para a escola”, explicou.

Assustado com a situação, o menino contou para a mãe o que havia acontecido. Imediatamente, o registro foi feito na Polícia Civil.

Presa preventivamente, a suspeita nega o crime. Segundo a investigada, ela estaria sofrendo represália por ser mãe de santo e ter um terreiro na cidade. Além de mãe de santo, ela é dona de um salão de beleza em Curitiba.

Há suspeita de que ela tenha cometido abusos contra outros dois adolescentes, de 15 e 16 anos. “É inconcebível para a gente uma coisa dessas. Sabemos que em alguns casos, ela ofereceu dinheiro, então é lamentável a abordagem”, concluiu o delegado.

A Delegacia de Quatro Barras segue investigando o caso.