Há 11 dias a família de Isis Victoria Mizerski, de 17 anos, procura por informações que levem ao paradeiro da adolescente que desapareceu no último dia 6 de junho, em Tibagi, na Região dos Campos Gerais do Paraná. O principal suspeito pelo sumiço, o vigilante Marcos Vagner de Souza, de 35 anos, é considerado foragido desde a última sexta-feira (14), quando a Justiça acatou um pedido de prisão feito pelo delegado Jonas Avelar.

isis desaparecida tibagi
Reprodução Redes Sociais

Em entrevista à Banda B nesta segunda-feira (17), Rodrigo Mizerski – tio da garota – deu detalhes sobre o desaparecimento e divulgou prints de conversas entre ele e o suspeito.

“Ele passou muitas inverdades e versões, principalmente no interrogatório para a polícia. Em nenhum momento ele quis colaborar com a polícia, pois chegou a excluir tudo o que tinha no celular. Então, algo ele já tinha feito e estava querendo esconder, e agora fugiu”, disse Rodrigo.

Marcos, que é casado e pai de três filhos, vivia um relacionamento extraconjugal com Isis. A jovem teria engravidado e, de acordo com familiares dela, o vigilante planejava maneiras para que a adolescente interrompesse a gestação.

“Ele desde então, segundo mensagens dela pelo Whats para a prima e irmã, estava procurando remédios para aborto, porque ele não queria que ela tivesse a criança, porque ele é um homem casado. No dia em que ela sumiu, ela contou para a irmã e para a prima que iria se encontrar com ele para conversar a respeito disso”, contou Rodrigo.

Segundo o tio, Marcos mentiu várias vezes sobre quando teria encontrado a jovem pela última vez. Em uma das mensagens, chegou a dizer que não a via desde o início de maio (veja os prints abaixo). Porém, câmeras de segurança da cidade desmentiram essa versão.

“Ele começou a falar que não a conhecia, que não sabia nem o nome dela, depois acabou contando que tinha visto ela em maio e, por fim, através de câmeras registramos que eles tinham se visto naquele dia. E aí ele acabou no interrogatório comentando que eles tinham se visto e que ele tinha deixado ela próximo da Vila São José, que seria um trajeto de cinco a seis minutos. Mas as câmeras também registraram que ele levou mais de uma hora para voltar para a cidade”, detalhou o tio.

Antes de desaparecer, Isis enviou para a família com a localização dela. A polícia informou que essa mensagem foi apagada logo depois e que na sequência o celular foi desligado. Buscas foram feitas em uma área de mata, onde o celular da adolescente emitiu sinal pela última vez. Cães farejadores foram utilizados na operação.

“Ela passou uma localização para nós. Deu a entender que era um pedido de socorro, porque ela nunca fez isso. E, desde então, ela desapareceu. Agora no fim de semana a polícia conseguiu identificar que o celular dele e dela estavam a 39 quilômetros daqui de Tibagi, lá em Telêmaco Borba, no meio do mato em uma região chamada Mandaçaia”, afirmou o tio.

A família está oferecendo recompensa de R$ 1 mil para informações que levem até a localização de Isis.

“Hoje está completando 11 dias sem notícias de onde o suspeito principal – e único suspeito – levou ela. Nós estamos atrás e até oferecemos uma recompensa de R$ 1 mil para passarem informações que levem até ela. Também estamos fazendo apelo a todos também na busca pelo foragido. Ele fugiu na sexta-feira […] Nossa família encontra-se muito abalada e aflita. Ela tem 17 anos apenas, infelizmente engravidou desse sujeito e ele veio a fazer algo contra ela. A última pessoa que esteve com ela foi ele”, garantiu Rodrigo.

Comunicar erro

Comunique a redação sobre erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página.

Tio dá detalhes sobre desaparecimento de Isis e divulga prints de conversa com suspeito

OBS: o título e link da página são enviados diretamente para a nossa equipe.