(Foto: Divulgação)

Uma tentativa de fuga registrada na carceragem da Delegacia de Furtos e Roubos de Veículos (DFRV) de Curitiba no fim da tarde deste sábado (29) foi frustrada pela polícia. Com do tumulto gerado no local, dois detentos foram feridos, sendo que um acabou morrendo.

De acordo com a polícia, 85 presos ocupavam o Setor de Carceragem Temporária no momento da tentativa de fuga. A capacidade é para 28 presos. Os detentos estouraram o cadeado da cela e partiram para cima do agente de cadeia e do policial que faziam a segurança.

O agente foi rendido e o policial, que estava armado efetuou um disparo e conseguiu se desvencilhar dos detentos, que ainda assim, tomaram a espingarda do policial, que conseguiu pedir reforço.

No retorno do policial, o agente ainda era ameaçado pelos detentos que estavam em posse da arma, e para evitar que este fosse vitimado, foi necessário efetuar um disparo, que acertou um dos detentos.

O Siate foi imediatamente acionado para prestar atendimento, mas o preso baleado morreu. O preso que ficou ferido também foi socorrido.

O delegado-adjunto da DFRV, Éric Tutia Guedes, destacou que foram acionados o Centro de Operações Policiais Especiais (Cope), Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), Instituto de Criminalística e Instituto Médico Legal (IML).

O delegado também afirmou que um inquérito policial foi instaurado para apurar as circunstâncias da tentativa de fuga, do tumulto e da morte do preso.

Identificação – O detento que morreu foi identificado como Marcos Pires da Fonseca, de 23 anos, autuado em flagrante por receptação de veículo roubado.

O suspeito que ficou ferido tem 25 anos e foi preso em flagrante, por roubo, no dia 23 de outubro. Ele também era foragido de Santa Catarina.