Um taxista, de 24 anos, foi assaltado por um passageiro, na noite desta terça-feira (17), no Aeroporto Internacional Afonso Pena, em São José dos Pinhais, na Região Metropolitana de Curitiba. A central do táxi alertou o motorista que a corrida poderia ser um assalto, mas ele foi salvo apenas após agentes da Romu (Rondas Municipais) tentarem abordar o veículo.

(Foto: Divulgação/GM)

“Esse rapaz entrou dizendo que ia para Piraquara e embarcou no táxi tranquilamente. A operadora do aeroporto me ligou informando que tinha chance de ser um assalto, então eu informei a ele que estava com um problema no aeroporto e teria que retornar. Ele aceitou e eu fiz a volta no contorno”, explicou o motorista do táxi à Banda B.

Na sequência, o homem se revelou e deu início ao assalto. Dinheiro e vários objetos foram roubados. “Ele pegou meu dinheiro, começou a revirar meu carro, retirou todas as minhas coisas do porta-luvas, retirou todos os meus documentos e queria mais dinheiro”, disse o taxista.

O criminoso pediu para o taxista continuar dirigindo. O carro chegava no Jardim Jurema, bairro da mesma cidade, no momento em que agentes da Romu (Rondas Municipais) tentaram fazer a abordagem. O bandido desceu e atirou na equipe da Guarda Municipal.

“Ele mandou eu não parar, fui indo, quando foi chegando próximo de uma igreja, ele abriu a porta, deu dois tiros para trás e saiu correndo pra dentro do mato”, descreveu.

O bandido fugiu e passa a ser procurado.