Dois rapazes, suspeitos de promoverem arrastão em um ônibus do transporte público, acabaram detidos na noite desta terça-feira (28) no bairro Guaíra, em Curitiba. Um deles acabou baleado em confronto. A ação foi rápida, pois uma equipe da Polícia Militar (PM) passava pelo local na hora certa. 

presos-suspeitos-arrastao-onibus-guaira-1
Foto: Cristiano Vaz/Banda B.

O roubo aconteceu num ônibus da linha Circular Sul. Os três bandidos anunciaram o assalto e começaram a fazer a limpa. Quando chegou na Avenida Presidente Wenceslau Braz, uma das vítimas reagiu e eles acabaram perdendo o controle da ação.

“Estava retornando do trabalho, sentado no ônibus, tinha pegado o celular do bolso para mandar uma mensagem para minha esposa. Tentaram tomar o celular da minha mão, ele falou “passa o celular”, eu falei “não vou passar”. O outro falou “atira nele”. Queriam tirar minha aliança, falei que não ia dar a aliança. Eles saíram do ônibus e nós saímos correndo atrás”

disse Márcio Silva, uma das vítimas do roubo.

De cara com a PM

Os bandidos correram para dentro do pátio de um Centro Universitário próximo da estação-tubo, mas não contavam que uma equipe da PM iria atrás deles.

“Nossa equipe passava pela Wenceslau Braz, quando se deparou com pessoas correndo próximo do tubo, em frente a uma faculdade. Corremos correr atrás dos indivíduos e, durante o acompanhamento, percebemos que um deles estava armado e houve confronto. O indivíduo que estava com a arma foi alvejado e preso no local”

contou o sargento Bueno, da PM.
presos-suspeitos-arrastao-onibus-guaira-3
Foto: Cristiano Vaz/Banda B.

Os policiais começaram a fazer buscas pelo pátio mesmo da faculdade e nas proximidades. Outro suspeito foi encontrado.

“Posteriormente, foram feitas varreduras com as equipes e conseguimos capturar um dos outros dois que conseguiram escapar. Um terceiro ainda conseguiu fugir”.

disse o sargento da PM.

Segundo o que os policiais conseguiram apurar, as vítimas reconheceram que os presos eram os mesmos que, minutos antes, estavam dentro do ônibus promovendo terror.

“Elas disseram que estes três estavam fazendo assaltos, arrastões, no interior dos coletivos. Confirmaram que eram eles. Um deles, o que estava armado, tinha tornozeleira eletrônica”

detalhou o sargento Bueno, da PM.

O suspeito baleado foi atingido na coxa. Ele foi socorrido pelo Siate e encaminhado ao Hospital do Trabalhador (HT), de onde depois foi levado à Central de Flagrantes. Já o outro detido era um adolescente, que foi encaminhado à Delegacia do Adolescente.

presos-suspeitos-arrastao-onibus-guaira-2
Foto: Cristiano Vaz/Banda B.

Comunicar erro

Comunique a redação sobre erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página.

Vítima reage a arrastão em ônibus e caso termina em confronto entre bandidos e PM dentro de universidade

OBS: o título e link da página são enviados diretamente para a nossa equipe.