Um jovem, de aproximadamente 25 anos, suspeito de estar em um carro roubado, morreu após entrar em confronto com uma equipe da Rondas Ostensivas de Natureza Especial (RONE), no inicio da tarde desta quarta-feira (06). O caso ocorreu na rua Octávio Primo Stocchero, no bairro Butiatuvinha, em Curitiba. A equipe da RONE realizava patrulhamento na região, quando viu o carro e fez uma tentativa de abordagem. Por sua vez, o rapaz teria acelerado e atingido a viatura, além de, em seguida, atirar contra a equipe.

As primeiras informações divulgadas pela polícia apontam que a Renault Duster, da cor branca, em que a vítima se encontrava, teria sido roubada no último domingo (03), no bairro Santa Felicidade. “Dois boletins de ocorrência foram feitos no dia 03. Portanto, nós estávamos cientes de que dois veículos, destas características, foram dados como roubados aqui na região. Por isto, a tentativa de abordagem”, detalhou o tenente Johannes, em entrevista à Banda B.

 

Marcelo Borges/Banda B

 

O local do confronto, no bairro Butiatuvinha, fica a cerca de 500 metros do Contorno Norte. Um morador de uma chácara na região disse que conversou com o suspeito, momentos antes do confronto acontecer. Ele detalhou que o jovem tentou passar por dentro do local onde mora para fugir da abordagem policial.

“Ele entrou dentro da chácara para passar e fugir. Como ali tem um portão, ele voltou, com a marcha ré. Neste momento, eu vi que ele está descendo. Então, eu fui conversar com ele e perguntei o que queria. Ele disse que só queria passar”, comentou.

A atitude do suspeito mostrou ao morador que ele não conhecia o local onde estava. Na hora da conversa, ele ressaltou a tranquilidade na fala do jovem. “Ele desceu acelerado, numa bala. Para falar comigo, ele estava calmo. Eu estranhei isto. A forma que ele falou era diferente da forma que dirigia o veículo”, comentou.

Diante disto, o suspeito, na hora da fuga, bateu contra a viatura policial. Após a reação do rapaz e o inicio da troca de tiros, ele foi ferido. Com a chegada do SIATE, foi constatada a morte.

No momento, os policiais esperam a chegada das equipes do Instituto de Criminalística e do Instituto Médico Legal (IML) para a retirada do corpo. A identidade do rapaz não foi confirmada.

Veja abaixo a cena do confronto